domingo, agosto 31, 2008

Resumo da Semana

As grandes promoções nacionais continuam restritas aos programas de Fidelidade Smiles e o Fidelidade TAM. Enquanto elas não chegam, a Gol se prepara para implantar um sistema de comissionamento similar ao da Tam (onde o consumidor paga a comissão diretamente ao agente de turismo) e essa vê possibilidade de novos aumentos nas passagens...

A TAM deve anunciar no futuro próximo a escolha da Star Alliance e o início do processo de integração com a mesma. Devem ocorrer mudanças no Fidelidade, mas não sabemos quais e se vão ou não beneficiar os atuais associados. Por falar em TAM, ela abriu uma nova sala vip em Recife e recebeu seu primeiro B777 novinho em folha.

A partir de 01 de setembro não existirão mais bandas no que diz respeito as tarifas dentro da América do Sul. Isso não quer dizer que teremos uma avalanche de promoções, mas vamos dar uma pesquisada durante a semana para saber o que mudou. Já o processo de consulta pública que antecede a flexibilização das bandas dos vôos para os demais destinos deve entrar em consulta pública agora em setembro. Vejo mais chances de concorrência mas rotas para Europa e EUA do que dentro da América do Sul.

A TAF continua reduzindo seus vôos.
A Delta já tem datas em dezembro para início dos vôos para Manaus, Recife e Fortaleza.

Com imenso pesar fizemos um post anunciando a nova low cost do pedaço: a United.

Uma das pioneiras nos vôos low cost transcontinentais, a ZOOM, entrou com pedido de recuperação judicial e suspendeu seus vôos.

A Air Union, candidata a membro da Star Alliance, pode não conseguir sobreviver até formalizar sua entrada na aliança.

Na Europa, entidades de defesa do consumidor querem acabar com as taxas cobradas pelo despacho de bagagem entre outros extras cobrados pelas cias, principalmente pelas cias low cost.

Do México, vem boatos de fusão das duas maiores cias mexicanas que tem sido fortemente afetas pelos aumentos de custos de combustível.

Peço desculpa aos leitores, mais ainda não consegui responder aos comentários. A gripe que me derrubou na terça só fez piorar durante a semana e só hoje deu uma refrescada. Como durante a semana voltei ao batente integralmente, não consegui fazer o que tinha planejado para essa semana (dei prioridade ao paga as contas...rsrs). Só hoje minhas malas chegaram em casa....

Obrigado a todos pelas visitas. Um ótima semana a todos

3 comentários:

República Pureza disse...

Rodrigo,

sempre visito o blog, que é excelente, e agora estou com uma dúvida com relação ao programa Fidelidade TAM.

No site da TAM eles deixam claro que a passagem não pode ser emitida em aberto, mas também dizem que a mesma tem validade de 03 meses para viagens na América do Sul.

http://www.tam.com.br/b2c/jsp/default.jhtml?adPagina=717&adArtigo=10982&adMenu=2216

A dúvida é: se eu emitir o bilhete com os pontos posso remarcá-lo dentro deste prazo de 03 meses de validade? Sem custo?

Abraços
Marcos Vinícius
http://cinefilos.interativo.org

Leonardo disse...

Rodrigo, acompanho seu blog há uns 8 meses, mas sempre me limitei a ler seu belíssimo trabalho. Agora venho nesse primeiro contato com uma pergunta.

Já procurei no site da TAM e não consegui encontrar. A TAM voa para Colômbia (Cartagena ou Bogotá)?

Estou com umas milhas e queria conhecer aqueles lados.

Enfim, se puder, dê uma ajudinha.

Abs.

ps.: não deixe de fazer seu relato sobre Bahamas e o vôo para Miami via Bogotá (com Smiles). Vc fala tanto dos vôos, pode falar dos destinos tb de vez em quando. ;)

Rodrigo Purisch disse...

Marcos,

Assim que emitida a passagem ela pode ser usada (em vôos dentro da Am. do Sul) em até 3 meses. Isto é, se você quiser trocar as datas, só será possível em datas dentro dos 3 meses a partir da emissão. Existe multa para mudança de datas sim, ela é paga em pontos (10% dos pontos pagos) e passagem deve ser remarcada pelo menos 7 dias antes da data desejada:

http://www.tam.com.br/b2c/jsp/default.jhtml?adPagina=717&adArtigo=10978&adMenu=2216

Leonardo,

A TAM não voa para a Colômbia, quem voa é a parceira LAN (não é vôo direto, via Perú ou Chile), mas passagens com a lAN podem ser emitidas usando seus pontos Fidelidade.

Um abraço aos dois.

Durante a semana começo a postar sobre EUA via Bogotá

domingo, agosto 31, 2008

Resumo da Semana

As grandes promoções nacionais continuam restritas aos programas de Fidelidade Smiles e o Fidelidade TAM. Enquanto elas não chegam, a Gol se prepara para implantar um sistema de comissionamento similar ao da Tam (onde o consumidor paga a comissão diretamente ao agente de turismo) e essa vê possibilidade de novos aumentos nas passagens...

A TAM deve anunciar no futuro próximo a escolha da Star Alliance e o início do processo de integração com a mesma. Devem ocorrer mudanças no Fidelidade, mas não sabemos quais e se vão ou não beneficiar os atuais associados. Por falar em TAM, ela abriu uma nova sala vip em Recife e recebeu seu primeiro B777 novinho em folha.

A partir de 01 de setembro não existirão mais bandas no que diz respeito as tarifas dentro da América do Sul. Isso não quer dizer que teremos uma avalanche de promoções, mas vamos dar uma pesquisada durante a semana para saber o que mudou. Já o processo de consulta pública que antecede a flexibilização das bandas dos vôos para os demais destinos deve entrar em consulta pública agora em setembro. Vejo mais chances de concorrência mas rotas para Europa e EUA do que dentro da América do Sul.

A TAF continua reduzindo seus vôos.
A Delta já tem datas em dezembro para início dos vôos para Manaus, Recife e Fortaleza.

Com imenso pesar fizemos um post anunciando a nova low cost do pedaço: a United.

Uma das pioneiras nos vôos low cost transcontinentais, a ZOOM, entrou com pedido de recuperação judicial e suspendeu seus vôos.

A Air Union, candidata a membro da Star Alliance, pode não conseguir sobreviver até formalizar sua entrada na aliança.

Na Europa, entidades de defesa do consumidor querem acabar com as taxas cobradas pelo despacho de bagagem entre outros extras cobrados pelas cias, principalmente pelas cias low cost.

Do México, vem boatos de fusão das duas maiores cias mexicanas que tem sido fortemente afetas pelos aumentos de custos de combustível.

Peço desculpa aos leitores, mais ainda não consegui responder aos comentários. A gripe que me derrubou na terça só fez piorar durante a semana e só hoje deu uma refrescada. Como durante a semana voltei ao batente integralmente, não consegui fazer o que tinha planejado para essa semana (dei prioridade ao paga as contas...rsrs). Só hoje minhas malas chegaram em casa....

Obrigado a todos pelas visitas. Um ótima semana a todos

3 comentários:

República Pureza disse...

Rodrigo,

sempre visito o blog, que é excelente, e agora estou com uma dúvida com relação ao programa Fidelidade TAM.

No site da TAM eles deixam claro que a passagem não pode ser emitida em aberto, mas também dizem que a mesma tem validade de 03 meses para viagens na América do Sul.

http://www.tam.com.br/b2c/jsp/default.jhtml?adPagina=717&adArtigo=10982&adMenu=2216

A dúvida é: se eu emitir o bilhete com os pontos posso remarcá-lo dentro deste prazo de 03 meses de validade? Sem custo?

Abraços
Marcos Vinícius
http://cinefilos.interativo.org

Leonardo disse...

Rodrigo, acompanho seu blog há uns 8 meses, mas sempre me limitei a ler seu belíssimo trabalho. Agora venho nesse primeiro contato com uma pergunta.

Já procurei no site da TAM e não consegui encontrar. A TAM voa para Colômbia (Cartagena ou Bogotá)?

Estou com umas milhas e queria conhecer aqueles lados.

Enfim, se puder, dê uma ajudinha.

Abs.

ps.: não deixe de fazer seu relato sobre Bahamas e o vôo para Miami via Bogotá (com Smiles). Vc fala tanto dos vôos, pode falar dos destinos tb de vez em quando. ;)

Rodrigo Purisch disse...

Marcos,

Assim que emitida a passagem ela pode ser usada (em vôos dentro da Am. do Sul) em até 3 meses. Isto é, se você quiser trocar as datas, só será possível em datas dentro dos 3 meses a partir da emissão. Existe multa para mudança de datas sim, ela é paga em pontos (10% dos pontos pagos) e passagem deve ser remarcada pelo menos 7 dias antes da data desejada:

http://www.tam.com.br/b2c/jsp/default.jhtml?adPagina=717&adArtigo=10978&adMenu=2216

Leonardo,

A TAM não voa para a Colômbia, quem voa é a parceira LAN (não é vôo direto, via Perú ou Chile), mas passagens com a lAN podem ser emitidas usando seus pontos Fidelidade.

Um abraço aos dois.

Durante a semana começo a postar sobre EUA via Bogotá

domingo, agosto 31, 2008

Resumo da Semana

As grandes promoções nacionais continuam restritas aos programas de Fidelidade Smiles e o Fidelidade TAM. Enquanto elas não chegam, a Gol se prepara para implantar um sistema de comissionamento similar ao da Tam (onde o consumidor paga a comissão diretamente ao agente de turismo) e essa vê possibilidade de novos aumentos nas passagens...

A TAM deve anunciar no futuro próximo a escolha da Star Alliance e o início do processo de integração com a mesma. Devem ocorrer mudanças no Fidelidade, mas não sabemos quais e se vão ou não beneficiar os atuais associados. Por falar em TAM, ela abriu uma nova sala vip em Recife e recebeu seu primeiro B777 novinho em folha.

A partir de 01 de setembro não existirão mais bandas no que diz respeito as tarifas dentro da América do Sul. Isso não quer dizer que teremos uma avalanche de promoções, mas vamos dar uma pesquisada durante a semana para saber o que mudou. Já o processo de consulta pública que antecede a flexibilização das bandas dos vôos para os demais destinos deve entrar em consulta pública agora em setembro. Vejo mais chances de concorrência mas rotas para Europa e EUA do que dentro da América do Sul.

A TAF continua reduzindo seus vôos.
A Delta já tem datas em dezembro para início dos vôos para Manaus, Recife e Fortaleza.

Com imenso pesar fizemos um post anunciando a nova low cost do pedaço: a United.

Uma das pioneiras nos vôos low cost transcontinentais, a ZOOM, entrou com pedido de recuperação judicial e suspendeu seus vôos.

A Air Union, candidata a membro da Star Alliance, pode não conseguir sobreviver até formalizar sua entrada na aliança.

Na Europa, entidades de defesa do consumidor querem acabar com as taxas cobradas pelo despacho de bagagem entre outros extras cobrados pelas cias, principalmente pelas cias low cost.

Do México, vem boatos de fusão das duas maiores cias mexicanas que tem sido fortemente afetas pelos aumentos de custos de combustível.

Peço desculpa aos leitores, mais ainda não consegui responder aos comentários. A gripe que me derrubou na terça só fez piorar durante a semana e só hoje deu uma refrescada. Como durante a semana voltei ao batente integralmente, não consegui fazer o que tinha planejado para essa semana (dei prioridade ao paga as contas...rsrs). Só hoje minhas malas chegaram em casa....

Obrigado a todos pelas visitas. Um ótima semana a todos

3 comentários:

República Pureza disse...

Rodrigo,

sempre visito o blog, que é excelente, e agora estou com uma dúvida com relação ao programa Fidelidade TAM.

No site da TAM eles deixam claro que a passagem não pode ser emitida em aberto, mas também dizem que a mesma tem validade de 03 meses para viagens na América do Sul.

http://www.tam.com.br/b2c/jsp/default.jhtml?adPagina=717&adArtigo=10982&adMenu=2216

A dúvida é: se eu emitir o bilhete com os pontos posso remarcá-lo dentro deste prazo de 03 meses de validade? Sem custo?

Abraços
Marcos Vinícius
http://cinefilos.interativo.org

Leonardo disse...

Rodrigo, acompanho seu blog há uns 8 meses, mas sempre me limitei a ler seu belíssimo trabalho. Agora venho nesse primeiro contato com uma pergunta.

Já procurei no site da TAM e não consegui encontrar. A TAM voa para Colômbia (Cartagena ou Bogotá)?

Estou com umas milhas e queria conhecer aqueles lados.

Enfim, se puder, dê uma ajudinha.

Abs.

ps.: não deixe de fazer seu relato sobre Bahamas e o vôo para Miami via Bogotá (com Smiles). Vc fala tanto dos vôos, pode falar dos destinos tb de vez em quando. ;)

Rodrigo Purisch disse...

Marcos,

Assim que emitida a passagem ela pode ser usada (em vôos dentro da Am. do Sul) em até 3 meses. Isto é, se você quiser trocar as datas, só será possível em datas dentro dos 3 meses a partir da emissão. Existe multa para mudança de datas sim, ela é paga em pontos (10% dos pontos pagos) e passagem deve ser remarcada pelo menos 7 dias antes da data desejada:

http://www.tam.com.br/b2c/jsp/default.jhtml?adPagina=717&adArtigo=10978&adMenu=2216

Leonardo,

A TAM não voa para a Colômbia, quem voa é a parceira LAN (não é vôo direto, via Perú ou Chile), mas passagens com a lAN podem ser emitidas usando seus pontos Fidelidade.

Um abraço aos dois.

Durante a semana começo a postar sobre EUA via Bogotá