segunda-feira, janeiro 21, 2008

Resumo da Semana

Começamos com as promoções. A Gol lançou a Contramão do Carnaval para vôos dentro do período do Carnaval (que continua valendo) e a TAM respondeu com mais uma Megapromo para venda apenas no final de semana passado. A promoção da TAM permitia compra de passagens até a Semana Santa. Ponto para a TAM! Mas que ela perdeu ao não preparar o seu site para receber os milhares de visitantes que estavam sofrendo com a ausência de promoções nas últimas semanas. Ela ainda perdeu outro ponto ao realizar um aumento disfarçado das tarifas durante a semana, justificando-o com o acordo assinado com a ABAV.

Resumo, os preços estavam muito mais baixos que os praticados nas últimas semanas (proibitivos), mas nada muito fora dos preços usualmente cobrados nas promoções. Portanto, mais uma vez fica comprovado que uma grande e crescente parcela dos consumidores posterga ao máximo a compra de sua passagem à espera de uma promoção, sendo que muitos até já sabem o valor que usualmente é cobrado nelas! No último semestre, apenas algumas poucas promoções da TAM chegaram a oferecer preços realmente baixos (BH/Recife por 149 reais ida e volta sem taxas, por exemplo) e diferentes desses usualmente cobrados nas promoções.

Falamos da reação da ANAC aos atrasos nos aeroportos, os quais nos deixaram em evidência na revista Forbes. Por falar em ANAC, a sua presidente deu uma entrevista muito interessante na qual comenta vários pontos, entre eles a situação da OceanAir.

Por fim, falamos do caos, mas dessa vez no aeroporto de Ezeiza que acabou se refletindo em alguns aeroportos nacionais. Mais um capítulo da briga entre funcionários da Aerolineas e seus patrões, onde quem leva pior é o consumidor.

Vou tentar responder aos comentários dos posts anteriores hoje a noite!

2 comentários:

Hideto disse...

Os preços e promoções das nossas cias aéreas são como a história das 3 famílias e o bode. Uma vez, em uma casa, viviam 3 famílias. Todos reclamavam por ter que morar apertados, junto com as outras famílias. Um dia, colocaram um bode dentro da casa. Aí foi um caos, todos reclamando do bode. Aí, em outro dia, tiraram o bode. As famílias comemoraram e se sentiram felizes por estarem morando "apenas" 3 famílias lá, sem o bode.

Assim são nossos preços. As cias cobram preços impraticáveis em períodos normais, aí, quando vem as promoções, os preços continuam caríssimos, mas o pessoal acha os preços bons porque são promoções.

Na promoção que a TAM fez no início do ano passado, paguei 599 na minha viagem CWB-BEL-CWB. O normal é essa viagem custar cerca de 1500. Desta vez, paguei 699. Pode parecer barato perto do preço normal, mas pagar quase 1.000 por um destino doméstico? Não parece razoável... Enfim, continuamos esperando até que chegue uma low cost... ou até que acabe a aviação civil no Brasil, aí ninguém viaja mais...

Volando ao foco, comparando as promoções da GOL e da TAM, a TAM está ganhando em disparada. Nessa contramão do carnaval, a GOL só disponibilizou determinados vôos, em apenas em 3 períodos do calendário. A TAM, por sua vez, conseguiu abranger um período muti maior, e com preços melhores. A BEL-CWB estava aprox. 350 na megapromo da TAM, e 419 pela contramão da GOL. E a GOL, ainda pro cima, só tinah vôos de madrugada.

O ponto negativo da TAM fica para o servidor do site, que não está preparado para a quantidade massiva de acessos. Se vão fazer a promoção, que preparem a equipe e o site...

Concluo dizendo que não gosto de ser um usuário brasileiro de transporte aéreo. Essa política das cias de nos fazer planejar viagens em última hora e ficar rezando a milhares de deuses por uma promoção me parece um desrespeito. Parece que estamos jogando Zelda, onde os itens especiais só aparecem em determinados dias, em determinados locais e em determinados horários. Daqui a pouco vão querer que derrotemos monstros com espadas para ter direito às passagens promocionais...

Rodrigo Purisch disse...

Hideto,

Infelizmente, isso é o resumo do que ocorre no Brasil! O Blog Aquela Passagem tem constantemente levantado e criticado essas mesmas situações que você citou.

Concorrência é a única coisa que pode salvar o consumidor. Que venham as cias estrangeiras, já que as nossas não tem interesse em servir mais e melhor.

um abraço e obrigado pelas visitas!

segunda-feira, janeiro 21, 2008

Resumo da Semana

Começamos com as promoções. A Gol lançou a Contramão do Carnaval para vôos dentro do período do Carnaval (que continua valendo) e a TAM respondeu com mais uma Megapromo para venda apenas no final de semana passado. A promoção da TAM permitia compra de passagens até a Semana Santa. Ponto para a TAM! Mas que ela perdeu ao não preparar o seu site para receber os milhares de visitantes que estavam sofrendo com a ausência de promoções nas últimas semanas. Ela ainda perdeu outro ponto ao realizar um aumento disfarçado das tarifas durante a semana, justificando-o com o acordo assinado com a ABAV.

Resumo, os preços estavam muito mais baixos que os praticados nas últimas semanas (proibitivos), mas nada muito fora dos preços usualmente cobrados nas promoções. Portanto, mais uma vez fica comprovado que uma grande e crescente parcela dos consumidores posterga ao máximo a compra de sua passagem à espera de uma promoção, sendo que muitos até já sabem o valor que usualmente é cobrado nelas! No último semestre, apenas algumas poucas promoções da TAM chegaram a oferecer preços realmente baixos (BH/Recife por 149 reais ida e volta sem taxas, por exemplo) e diferentes desses usualmente cobrados nas promoções.

Falamos da reação da ANAC aos atrasos nos aeroportos, os quais nos deixaram em evidência na revista Forbes. Por falar em ANAC, a sua presidente deu uma entrevista muito interessante na qual comenta vários pontos, entre eles a situação da OceanAir.

Por fim, falamos do caos, mas dessa vez no aeroporto de Ezeiza que acabou se refletindo em alguns aeroportos nacionais. Mais um capítulo da briga entre funcionários da Aerolineas e seus patrões, onde quem leva pior é o consumidor.

Vou tentar responder aos comentários dos posts anteriores hoje a noite!

2 comentários:

Hideto disse...

Os preços e promoções das nossas cias aéreas são como a história das 3 famílias e o bode. Uma vez, em uma casa, viviam 3 famílias. Todos reclamavam por ter que morar apertados, junto com as outras famílias. Um dia, colocaram um bode dentro da casa. Aí foi um caos, todos reclamando do bode. Aí, em outro dia, tiraram o bode. As famílias comemoraram e se sentiram felizes por estarem morando "apenas" 3 famílias lá, sem o bode.

Assim são nossos preços. As cias cobram preços impraticáveis em períodos normais, aí, quando vem as promoções, os preços continuam caríssimos, mas o pessoal acha os preços bons porque são promoções.

Na promoção que a TAM fez no início do ano passado, paguei 599 na minha viagem CWB-BEL-CWB. O normal é essa viagem custar cerca de 1500. Desta vez, paguei 699. Pode parecer barato perto do preço normal, mas pagar quase 1.000 por um destino doméstico? Não parece razoável... Enfim, continuamos esperando até que chegue uma low cost... ou até que acabe a aviação civil no Brasil, aí ninguém viaja mais...

Volando ao foco, comparando as promoções da GOL e da TAM, a TAM está ganhando em disparada. Nessa contramão do carnaval, a GOL só disponibilizou determinados vôos, em apenas em 3 períodos do calendário. A TAM, por sua vez, conseguiu abranger um período muti maior, e com preços melhores. A BEL-CWB estava aprox. 350 na megapromo da TAM, e 419 pela contramão da GOL. E a GOL, ainda pro cima, só tinah vôos de madrugada.

O ponto negativo da TAM fica para o servidor do site, que não está preparado para a quantidade massiva de acessos. Se vão fazer a promoção, que preparem a equipe e o site...

Concluo dizendo que não gosto de ser um usuário brasileiro de transporte aéreo. Essa política das cias de nos fazer planejar viagens em última hora e ficar rezando a milhares de deuses por uma promoção me parece um desrespeito. Parece que estamos jogando Zelda, onde os itens especiais só aparecem em determinados dias, em determinados locais e em determinados horários. Daqui a pouco vão querer que derrotemos monstros com espadas para ter direito às passagens promocionais...

Rodrigo Purisch disse...

Hideto,

Infelizmente, isso é o resumo do que ocorre no Brasil! O Blog Aquela Passagem tem constantemente levantado e criticado essas mesmas situações que você citou.

Concorrência é a única coisa que pode salvar o consumidor. Que venham as cias estrangeiras, já que as nossas não tem interesse em servir mais e melhor.

um abraço e obrigado pelas visitas!

segunda-feira, janeiro 21, 2008

Resumo da Semana

Começamos com as promoções. A Gol lançou a Contramão do Carnaval para vôos dentro do período do Carnaval (que continua valendo) e a TAM respondeu com mais uma Megapromo para venda apenas no final de semana passado. A promoção da TAM permitia compra de passagens até a Semana Santa. Ponto para a TAM! Mas que ela perdeu ao não preparar o seu site para receber os milhares de visitantes que estavam sofrendo com a ausência de promoções nas últimas semanas. Ela ainda perdeu outro ponto ao realizar um aumento disfarçado das tarifas durante a semana, justificando-o com o acordo assinado com a ABAV.

Resumo, os preços estavam muito mais baixos que os praticados nas últimas semanas (proibitivos), mas nada muito fora dos preços usualmente cobrados nas promoções. Portanto, mais uma vez fica comprovado que uma grande e crescente parcela dos consumidores posterga ao máximo a compra de sua passagem à espera de uma promoção, sendo que muitos até já sabem o valor que usualmente é cobrado nelas! No último semestre, apenas algumas poucas promoções da TAM chegaram a oferecer preços realmente baixos (BH/Recife por 149 reais ida e volta sem taxas, por exemplo) e diferentes desses usualmente cobrados nas promoções.

Falamos da reação da ANAC aos atrasos nos aeroportos, os quais nos deixaram em evidência na revista Forbes. Por falar em ANAC, a sua presidente deu uma entrevista muito interessante na qual comenta vários pontos, entre eles a situação da OceanAir.

Por fim, falamos do caos, mas dessa vez no aeroporto de Ezeiza que acabou se refletindo em alguns aeroportos nacionais. Mais um capítulo da briga entre funcionários da Aerolineas e seus patrões, onde quem leva pior é o consumidor.

Vou tentar responder aos comentários dos posts anteriores hoje a noite!

2 comentários:

Hideto disse...

Os preços e promoções das nossas cias aéreas são como a história das 3 famílias e o bode. Uma vez, em uma casa, viviam 3 famílias. Todos reclamavam por ter que morar apertados, junto com as outras famílias. Um dia, colocaram um bode dentro da casa. Aí foi um caos, todos reclamando do bode. Aí, em outro dia, tiraram o bode. As famílias comemoraram e se sentiram felizes por estarem morando "apenas" 3 famílias lá, sem o bode.

Assim são nossos preços. As cias cobram preços impraticáveis em períodos normais, aí, quando vem as promoções, os preços continuam caríssimos, mas o pessoal acha os preços bons porque são promoções.

Na promoção que a TAM fez no início do ano passado, paguei 599 na minha viagem CWB-BEL-CWB. O normal é essa viagem custar cerca de 1500. Desta vez, paguei 699. Pode parecer barato perto do preço normal, mas pagar quase 1.000 por um destino doméstico? Não parece razoável... Enfim, continuamos esperando até que chegue uma low cost... ou até que acabe a aviação civil no Brasil, aí ninguém viaja mais...

Volando ao foco, comparando as promoções da GOL e da TAM, a TAM está ganhando em disparada. Nessa contramão do carnaval, a GOL só disponibilizou determinados vôos, em apenas em 3 períodos do calendário. A TAM, por sua vez, conseguiu abranger um período muti maior, e com preços melhores. A BEL-CWB estava aprox. 350 na megapromo da TAM, e 419 pela contramão da GOL. E a GOL, ainda pro cima, só tinah vôos de madrugada.

O ponto negativo da TAM fica para o servidor do site, que não está preparado para a quantidade massiva de acessos. Se vão fazer a promoção, que preparem a equipe e o site...

Concluo dizendo que não gosto de ser um usuário brasileiro de transporte aéreo. Essa política das cias de nos fazer planejar viagens em última hora e ficar rezando a milhares de deuses por uma promoção me parece um desrespeito. Parece que estamos jogando Zelda, onde os itens especiais só aparecem em determinados dias, em determinados locais e em determinados horários. Daqui a pouco vão querer que derrotemos monstros com espadas para ter direito às passagens promocionais...

Rodrigo Purisch disse...

Hideto,

Infelizmente, isso é o resumo do que ocorre no Brasil! O Blog Aquela Passagem tem constantemente levantado e criticado essas mesmas situações que você citou.

Concorrência é a única coisa que pode salvar o consumidor. Que venham as cias estrangeiras, já que as nossas não tem interesse em servir mais e melhor.

um abraço e obrigado pelas visitas!