quarta-feira, março 12, 2008

Barrados no Brasil: Eu Peço Desculpas

Continuo sem querer polemizar, mas diante do vídeo abaixo não posso deixar de me envergonhar. Reciprocidade é uma coisa, fazer birra é outra coisa. Somos muito mais inteligentes e educados do que temos demonstrado. Não é dessa forma que queremos ser tratados pelo mundo afora e não é dessa forma que quero tratar quem vem ao Brasil.

Devemos deixar nossas regras de imigração claras a todos os candidatos a entrar no Brasil. Aonde estão essas regras? Não há nada no site do Ministério de Relações Exteriores, Ministério da Justiça ou no de Turismo? Primeiro devemos fazer a nossa parte para poder depois cobrar dos demais.

Peço desculpas pela forma como alguns de nós têm agido. Minha opinião não é unânime (não alimento desejos de vingança, de me impor no mundo pela truculência ou falta de educação, mas através de uma ação inteligente e pró ativa), mas como esse blog é um blog pessoal, permito me o direito de expressar mesmo que isso possa parecer pelegismo para muitos de meus conterrâneos.

Veja o vídeo no portal G1.

13 comentários:

mercia disse...

Oi Rodrigo,
Uma coisa foi ele ser barrado porque não sabia nem onde iria ficar... dá pra ver que tem um esquema ai por trás.

Mas concordo com você que a atitude do policial não foi das melhores quando ele falou que estava fazendo isso em resposta ao que estavam fazendo na Espanha.

Enfim... é dificil... uma policia de fronteira que só fala portugues????

Beijos e valeu pelo video

Rodrigo Purisch disse...

Mércia,

Pode até ser correta a expulsão do cara, isso eu não discuto. O que não pode é o policial federal que ganha bem, tem curso superior e trabalha na imigração, não falar inglês ou espanhol. E não informar de forma clara e serena as razões do acontecido e onde ele se baseou, amparo legal mesmo, para tomar a atitude. Ele agia como se estive dando o troco, se vingando mesmo. É esse tipo de atitude que não concordo, aqui ou na Espanha. Não quero ser vítima de vingança pura e simples pelo mundo afora.

um abraço

The Keeper disse...

Concordo com você Rodrigo.

E ainda temos que ouvir o polical dizer que o fato dele não ter reserva deixa claro que ele não é o tipo de turista que queremos aqui. Como assim "queremos"? ELE não quer. E por birra.
Pergunta pro setor turístico de Jeriquaquara se eles não quero aquele espanhol por lá?
Esse negócio de tipo de turista que a gente quer é bem relativo. O querer é diferente entre a Espanha e aqui. Acho que o Brasil não está em posição pra ficar rejeitando turistas.
Situação horrível mesmo, e me deixa envergonhado de ser brasileiro.

Mymy disse...

tb fiquei morrendo de vergonha do que vi na tv: o total despreparo de um funcionário da alfândega. como pode trabalhar se não sabe falar espanhol? inglês e espanhol são básicos nesse tipo de função. e achei o tal funcionário muito sem educação, tratando o turista de forma bem grosseira.

Oldemar disse...

Olá Rodrigo,

Fico triste com a atitude infantil da Policia Federal. Parece aqueles meninos que não entende nada de futebol, mas tem que dar a camisa 10 pra ele, caso contrario leva a bola pra casa.

Não discordo da deportação do espanhol, só queria saber porque isso não acontecia antes? Birra...

Abs,

Luis disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luis disse...

acho q tb ñ sou o tipo de turista q o brasil quer, pois fui a jeri e escolhi a pousada lá mesmo - o q é bom comum, pois poucas ali têm site...
bem, sobre o episódio não tem muito mais o q dizer além daquilo q os demais já escreveram: funcionário despreparado, pf leviana, prejuízo da imagem do país, "reciprocidade" constrangedora. uma história tão ridícula qt o cazaquistão reclamando de "borat". mas naquela situação ao menos havia humor; aqui, só vergonha mesmo.

Anônimo disse...

na primeira vez que fui a berlim fui sem reserva de hotel. cheguei na estacao de trem de la, vi um anuncio de hotel, liguei e la fui eu para o hotel. acho que nao fui o primeiro turista a fazer isso...

Anônimo disse...

Também fico triste com a atitude exrtremanete infantil e prepotente da policia brasileira. Nunca se deve responder a um erro, com outro erro igual. E, quem não gosta de viajar com reservas? Eu por exemplo detesto reservar hoteis desconhecidos, que podem ser sujos, barulhentos, ter camas desconfortáveis...

Ernesto

world soul disse...

Olá Rodrigo!

Que vergonha!! É como vc disse, reciprocidade é uma coisa, birra e outra!

Quantas pessoas no mundo não viajam sem qualquer comprovante de hospedagem ou de carro alugado? O funcionário da Polícia Federal não foi profissional e abusou dos seus poderes! Deveria ser condenado à pagar o valor da passagem aérea que o turista pagou!

Não concordo com o que a Espanha tem feito com nossos conterrâneos, mas isso é algo que sempre aconteceu com latino-americano. Agora é que está na mídia... As pessoas que são barradas pela imigração espanhola são aquelas que não cumprem com o exigido pelo país. Aconteceu um fato isolado que todo um avião foi deportaddo em razão do temor do terrorismo, pois naquela época haveriam manifestações políticas de grande impacto...

Enfim, não concordo com ambos, apenas tento encontrar os reais motivos dos atos, mas sem dúvida, os do Brasil são birra mesmo!

Deste jeito, só vamos reduzir o número de estrangeiros que ingresssam no país... Daqui há pouco vamos receber menos turistas que a Torre de Belém... Já que menos turistas que a Torre Eiffel, já recebemos há muito tempo!


Bjs pra vc! :)

Fê by Viaggio Mondo

Carvalho disse...

Rodrigo,

Como você mesmo disse, sua opinião não corresponde a unanimidade.
O trabalho da PF mais uma vez foi correto exigindo dos turistas estrangeiros o mesmo que foi imposto aos nossos, inclusive na nossa lingua, mas felizmente sem o absurdo recolhimento a um quarto fechado sem condições de habitação por muitas horas, conforme relatos dos barrados na Espanha.

Anônimo disse...

sabe o que acho...
desde entao..entraram muitos estrangeiros tranquilamente..para a exploração do turismo sexual infantil..logico..p*** no estrangeiro deve ser bem caro...e aqui monte de crianças passando fome...é barato
e nossas autoridades inclusive a PF nao fizeram nada
..o governo brasileiro como sempre, nunca tomou atitudes..somente algumas ongs

agora vai um bando de brasileiros maus intencionados para viver clandestinamente e se prostituir na europa......... barram..por sinal muito bem barrados e devolvidos p seu pais de origem a porcaria de nosso pais...
e agora querem fazer birra...
pq a birra?????????
tem que barrar mesmo neguinho que chega e que vai..mal intencionado.
beijocas

Aline Lima disse...

(Muito tempo depois...)

Oi Rodrigo!
Finalmente estou com internet em casa e só agora estou vendo o blog...

Eu acho que a situação no vídeo é o sujo falando do rasgado. O cara parecia suspeito, mas o pior foi o agente da PF não falar espanhol e dizer que é resposta aos atos da imigração espanhola.

Estou morando numa ilha de 2000 habitantes, que vive do turismo, já que agricultura é de subsistência e estou achando um absurdo, o Brasil, com o enorme potencial que tem de ficar escolhendo turistas....

Mando news em breve... abraços!

quarta-feira, março 12, 2008

Barrados no Brasil: Eu Peço Desculpas

Continuo sem querer polemizar, mas diante do vídeo abaixo não posso deixar de me envergonhar. Reciprocidade é uma coisa, fazer birra é outra coisa. Somos muito mais inteligentes e educados do que temos demonstrado. Não é dessa forma que queremos ser tratados pelo mundo afora e não é dessa forma que quero tratar quem vem ao Brasil.

Devemos deixar nossas regras de imigração claras a todos os candidatos a entrar no Brasil. Aonde estão essas regras? Não há nada no site do Ministério de Relações Exteriores, Ministério da Justiça ou no de Turismo? Primeiro devemos fazer a nossa parte para poder depois cobrar dos demais.

Peço desculpas pela forma como alguns de nós têm agido. Minha opinião não é unânime (não alimento desejos de vingança, de me impor no mundo pela truculência ou falta de educação, mas através de uma ação inteligente e pró ativa), mas como esse blog é um blog pessoal, permito me o direito de expressar mesmo que isso possa parecer pelegismo para muitos de meus conterrâneos.

Veja o vídeo no portal G1.

13 comentários:

mercia disse...

Oi Rodrigo,
Uma coisa foi ele ser barrado porque não sabia nem onde iria ficar... dá pra ver que tem um esquema ai por trás.

Mas concordo com você que a atitude do policial não foi das melhores quando ele falou que estava fazendo isso em resposta ao que estavam fazendo na Espanha.

Enfim... é dificil... uma policia de fronteira que só fala portugues????

Beijos e valeu pelo video

Rodrigo Purisch disse...

Mércia,

Pode até ser correta a expulsão do cara, isso eu não discuto. O que não pode é o policial federal que ganha bem, tem curso superior e trabalha na imigração, não falar inglês ou espanhol. E não informar de forma clara e serena as razões do acontecido e onde ele se baseou, amparo legal mesmo, para tomar a atitude. Ele agia como se estive dando o troco, se vingando mesmo. É esse tipo de atitude que não concordo, aqui ou na Espanha. Não quero ser vítima de vingança pura e simples pelo mundo afora.

um abraço

The Keeper disse...

Concordo com você Rodrigo.

E ainda temos que ouvir o polical dizer que o fato dele não ter reserva deixa claro que ele não é o tipo de turista que queremos aqui. Como assim "queremos"? ELE não quer. E por birra.
Pergunta pro setor turístico de Jeriquaquara se eles não quero aquele espanhol por lá?
Esse negócio de tipo de turista que a gente quer é bem relativo. O querer é diferente entre a Espanha e aqui. Acho que o Brasil não está em posição pra ficar rejeitando turistas.
Situação horrível mesmo, e me deixa envergonhado de ser brasileiro.

Mymy disse...

tb fiquei morrendo de vergonha do que vi na tv: o total despreparo de um funcionário da alfândega. como pode trabalhar se não sabe falar espanhol? inglês e espanhol são básicos nesse tipo de função. e achei o tal funcionário muito sem educação, tratando o turista de forma bem grosseira.

Oldemar disse...

Olá Rodrigo,

Fico triste com a atitude infantil da Policia Federal. Parece aqueles meninos que não entende nada de futebol, mas tem que dar a camisa 10 pra ele, caso contrario leva a bola pra casa.

Não discordo da deportação do espanhol, só queria saber porque isso não acontecia antes? Birra...

Abs,

Luis disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luis disse...

acho q tb ñ sou o tipo de turista q o brasil quer, pois fui a jeri e escolhi a pousada lá mesmo - o q é bom comum, pois poucas ali têm site...
bem, sobre o episódio não tem muito mais o q dizer além daquilo q os demais já escreveram: funcionário despreparado, pf leviana, prejuízo da imagem do país, "reciprocidade" constrangedora. uma história tão ridícula qt o cazaquistão reclamando de "borat". mas naquela situação ao menos havia humor; aqui, só vergonha mesmo.

Anônimo disse...

na primeira vez que fui a berlim fui sem reserva de hotel. cheguei na estacao de trem de la, vi um anuncio de hotel, liguei e la fui eu para o hotel. acho que nao fui o primeiro turista a fazer isso...

Anônimo disse...

Também fico triste com a atitude exrtremanete infantil e prepotente da policia brasileira. Nunca se deve responder a um erro, com outro erro igual. E, quem não gosta de viajar com reservas? Eu por exemplo detesto reservar hoteis desconhecidos, que podem ser sujos, barulhentos, ter camas desconfortáveis...

Ernesto

world soul disse...

Olá Rodrigo!

Que vergonha!! É como vc disse, reciprocidade é uma coisa, birra e outra!

Quantas pessoas no mundo não viajam sem qualquer comprovante de hospedagem ou de carro alugado? O funcionário da Polícia Federal não foi profissional e abusou dos seus poderes! Deveria ser condenado à pagar o valor da passagem aérea que o turista pagou!

Não concordo com o que a Espanha tem feito com nossos conterrâneos, mas isso é algo que sempre aconteceu com latino-americano. Agora é que está na mídia... As pessoas que são barradas pela imigração espanhola são aquelas que não cumprem com o exigido pelo país. Aconteceu um fato isolado que todo um avião foi deportaddo em razão do temor do terrorismo, pois naquela época haveriam manifestações políticas de grande impacto...

Enfim, não concordo com ambos, apenas tento encontrar os reais motivos dos atos, mas sem dúvida, os do Brasil são birra mesmo!

Deste jeito, só vamos reduzir o número de estrangeiros que ingresssam no país... Daqui há pouco vamos receber menos turistas que a Torre de Belém... Já que menos turistas que a Torre Eiffel, já recebemos há muito tempo!


Bjs pra vc! :)

Fê by Viaggio Mondo

Carvalho disse...

Rodrigo,

Como você mesmo disse, sua opinião não corresponde a unanimidade.
O trabalho da PF mais uma vez foi correto exigindo dos turistas estrangeiros o mesmo que foi imposto aos nossos, inclusive na nossa lingua, mas felizmente sem o absurdo recolhimento a um quarto fechado sem condições de habitação por muitas horas, conforme relatos dos barrados na Espanha.

Anônimo disse...

sabe o que acho...
desde entao..entraram muitos estrangeiros tranquilamente..para a exploração do turismo sexual infantil..logico..p*** no estrangeiro deve ser bem caro...e aqui monte de crianças passando fome...é barato
e nossas autoridades inclusive a PF nao fizeram nada
..o governo brasileiro como sempre, nunca tomou atitudes..somente algumas ongs

agora vai um bando de brasileiros maus intencionados para viver clandestinamente e se prostituir na europa......... barram..por sinal muito bem barrados e devolvidos p seu pais de origem a porcaria de nosso pais...
e agora querem fazer birra...
pq a birra?????????
tem que barrar mesmo neguinho que chega e que vai..mal intencionado.
beijocas

Aline Lima disse...

(Muito tempo depois...)

Oi Rodrigo!
Finalmente estou com internet em casa e só agora estou vendo o blog...

Eu acho que a situação no vídeo é o sujo falando do rasgado. O cara parecia suspeito, mas o pior foi o agente da PF não falar espanhol e dizer que é resposta aos atos da imigração espanhola.

Estou morando numa ilha de 2000 habitantes, que vive do turismo, já que agricultura é de subsistência e estou achando um absurdo, o Brasil, com o enorme potencial que tem de ficar escolhendo turistas....

Mando news em breve... abraços!

quarta-feira, março 12, 2008

Barrados no Brasil: Eu Peço Desculpas

Continuo sem querer polemizar, mas diante do vídeo abaixo não posso deixar de me envergonhar. Reciprocidade é uma coisa, fazer birra é outra coisa. Somos muito mais inteligentes e educados do que temos demonstrado. Não é dessa forma que queremos ser tratados pelo mundo afora e não é dessa forma que quero tratar quem vem ao Brasil.

Devemos deixar nossas regras de imigração claras a todos os candidatos a entrar no Brasil. Aonde estão essas regras? Não há nada no site do Ministério de Relações Exteriores, Ministério da Justiça ou no de Turismo? Primeiro devemos fazer a nossa parte para poder depois cobrar dos demais.

Peço desculpas pela forma como alguns de nós têm agido. Minha opinião não é unânime (não alimento desejos de vingança, de me impor no mundo pela truculência ou falta de educação, mas através de uma ação inteligente e pró ativa), mas como esse blog é um blog pessoal, permito me o direito de expressar mesmo que isso possa parecer pelegismo para muitos de meus conterrâneos.

Veja o vídeo no portal G1.

13 comentários:

mercia disse...

Oi Rodrigo,
Uma coisa foi ele ser barrado porque não sabia nem onde iria ficar... dá pra ver que tem um esquema ai por trás.

Mas concordo com você que a atitude do policial não foi das melhores quando ele falou que estava fazendo isso em resposta ao que estavam fazendo na Espanha.

Enfim... é dificil... uma policia de fronteira que só fala portugues????

Beijos e valeu pelo video

Rodrigo Purisch disse...

Mércia,

Pode até ser correta a expulsão do cara, isso eu não discuto. O que não pode é o policial federal que ganha bem, tem curso superior e trabalha na imigração, não falar inglês ou espanhol. E não informar de forma clara e serena as razões do acontecido e onde ele se baseou, amparo legal mesmo, para tomar a atitude. Ele agia como se estive dando o troco, se vingando mesmo. É esse tipo de atitude que não concordo, aqui ou na Espanha. Não quero ser vítima de vingança pura e simples pelo mundo afora.

um abraço

The Keeper disse...

Concordo com você Rodrigo.

E ainda temos que ouvir o polical dizer que o fato dele não ter reserva deixa claro que ele não é o tipo de turista que queremos aqui. Como assim "queremos"? ELE não quer. E por birra.
Pergunta pro setor turístico de Jeriquaquara se eles não quero aquele espanhol por lá?
Esse negócio de tipo de turista que a gente quer é bem relativo. O querer é diferente entre a Espanha e aqui. Acho que o Brasil não está em posição pra ficar rejeitando turistas.
Situação horrível mesmo, e me deixa envergonhado de ser brasileiro.

Mymy disse...

tb fiquei morrendo de vergonha do que vi na tv: o total despreparo de um funcionário da alfândega. como pode trabalhar se não sabe falar espanhol? inglês e espanhol são básicos nesse tipo de função. e achei o tal funcionário muito sem educação, tratando o turista de forma bem grosseira.

Oldemar disse...

Olá Rodrigo,

Fico triste com a atitude infantil da Policia Federal. Parece aqueles meninos que não entende nada de futebol, mas tem que dar a camisa 10 pra ele, caso contrario leva a bola pra casa.

Não discordo da deportação do espanhol, só queria saber porque isso não acontecia antes? Birra...

Abs,

Luis disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luis disse...

acho q tb ñ sou o tipo de turista q o brasil quer, pois fui a jeri e escolhi a pousada lá mesmo - o q é bom comum, pois poucas ali têm site...
bem, sobre o episódio não tem muito mais o q dizer além daquilo q os demais já escreveram: funcionário despreparado, pf leviana, prejuízo da imagem do país, "reciprocidade" constrangedora. uma história tão ridícula qt o cazaquistão reclamando de "borat". mas naquela situação ao menos havia humor; aqui, só vergonha mesmo.

Anônimo disse...

na primeira vez que fui a berlim fui sem reserva de hotel. cheguei na estacao de trem de la, vi um anuncio de hotel, liguei e la fui eu para o hotel. acho que nao fui o primeiro turista a fazer isso...

Anônimo disse...

Também fico triste com a atitude exrtremanete infantil e prepotente da policia brasileira. Nunca se deve responder a um erro, com outro erro igual. E, quem não gosta de viajar com reservas? Eu por exemplo detesto reservar hoteis desconhecidos, que podem ser sujos, barulhentos, ter camas desconfortáveis...

Ernesto

world soul disse...

Olá Rodrigo!

Que vergonha!! É como vc disse, reciprocidade é uma coisa, birra e outra!

Quantas pessoas no mundo não viajam sem qualquer comprovante de hospedagem ou de carro alugado? O funcionário da Polícia Federal não foi profissional e abusou dos seus poderes! Deveria ser condenado à pagar o valor da passagem aérea que o turista pagou!

Não concordo com o que a Espanha tem feito com nossos conterrâneos, mas isso é algo que sempre aconteceu com latino-americano. Agora é que está na mídia... As pessoas que são barradas pela imigração espanhola são aquelas que não cumprem com o exigido pelo país. Aconteceu um fato isolado que todo um avião foi deportaddo em razão do temor do terrorismo, pois naquela época haveriam manifestações políticas de grande impacto...

Enfim, não concordo com ambos, apenas tento encontrar os reais motivos dos atos, mas sem dúvida, os do Brasil são birra mesmo!

Deste jeito, só vamos reduzir o número de estrangeiros que ingresssam no país... Daqui há pouco vamos receber menos turistas que a Torre de Belém... Já que menos turistas que a Torre Eiffel, já recebemos há muito tempo!


Bjs pra vc! :)

Fê by Viaggio Mondo

Carvalho disse...

Rodrigo,

Como você mesmo disse, sua opinião não corresponde a unanimidade.
O trabalho da PF mais uma vez foi correto exigindo dos turistas estrangeiros o mesmo que foi imposto aos nossos, inclusive na nossa lingua, mas felizmente sem o absurdo recolhimento a um quarto fechado sem condições de habitação por muitas horas, conforme relatos dos barrados na Espanha.

Anônimo disse...

sabe o que acho...
desde entao..entraram muitos estrangeiros tranquilamente..para a exploração do turismo sexual infantil..logico..p*** no estrangeiro deve ser bem caro...e aqui monte de crianças passando fome...é barato
e nossas autoridades inclusive a PF nao fizeram nada
..o governo brasileiro como sempre, nunca tomou atitudes..somente algumas ongs

agora vai um bando de brasileiros maus intencionados para viver clandestinamente e se prostituir na europa......... barram..por sinal muito bem barrados e devolvidos p seu pais de origem a porcaria de nosso pais...
e agora querem fazer birra...
pq a birra?????????
tem que barrar mesmo neguinho que chega e que vai..mal intencionado.
beijocas

Aline Lima disse...

(Muito tempo depois...)

Oi Rodrigo!
Finalmente estou com internet em casa e só agora estou vendo o blog...

Eu acho que a situação no vídeo é o sujo falando do rasgado. O cara parecia suspeito, mas o pior foi o agente da PF não falar espanhol e dizer que é resposta aos atos da imigração espanhola.

Estou morando numa ilha de 2000 habitantes, que vive do turismo, já que agricultura é de subsistência e estou achando um absurdo, o Brasil, com o enorme potencial que tem de ficar escolhendo turistas....

Mando news em breve... abraços!