sábado, junho 21, 2008

ANAC Ameaça Reação Ao Aumento de Preços das Passagens

A ANAC diante do aumento do preço médio das passagens (já falamos disso neste post) ameaça acelerar a liberalização das bandas tarifárias nos vôos em direção a Europa e EUA e favorecer a entrada de novas cias no mercado. Segundo o levantamento da ANAC nos últimos 13 meses analisando-se os 5 destinos mais procurados foram observados aumentos de até 189%.

Quem compra passagem fora das promoções já sentiu isso há muito tempo.

Fonte: O Globo

2 comentários:

PêEsse disse...

Excelente notícia! A Anac, ao que parece (mas é sempre melhor não comemorar logo), está se dando conta de que uma de suas principais atribuições é defender o consumidor. Ao liberar as bandas tarifárias e ao favorecer a entrada de novas empresas, a Anac não deixa de estar fazendo o próprio Governo economizar dinheiro, já que o Governo gasta muito com passagens para as viagens a serviço de seus servidores. Sou absolutamente favorável a condutas como essa da Anac e, diferentemente de muitos, acho que a abertura das bandas tarifárias e a facilitação da entrada de novas empresas no mercado, inclusive empresas estrangeiras, deveria valer também para os vôos internos. Capitalismo é isso.

Rodrigo Purisch disse...

Pêesse,

Essa liberação de vôos internos é mais polêmica. Capitalismo consciente envolve chances iguais. Nossa carga tributária e encargos trabalhistas não são iguais. Nos vôos internacionais esses encargos ficam menos evidentes, mas nos nacionais..

Precisamos é de uma reforma que nos deixe nas mesmas condições primeiro e aí que vença o mais competente.

um abraço

sábado, junho 21, 2008

ANAC Ameaça Reação Ao Aumento de Preços das Passagens

A ANAC diante do aumento do preço médio das passagens (já falamos disso neste post) ameaça acelerar a liberalização das bandas tarifárias nos vôos em direção a Europa e EUA e favorecer a entrada de novas cias no mercado. Segundo o levantamento da ANAC nos últimos 13 meses analisando-se os 5 destinos mais procurados foram observados aumentos de até 189%.

Quem compra passagem fora das promoções já sentiu isso há muito tempo.

Fonte: O Globo

2 comentários:

PêEsse disse...

Excelente notícia! A Anac, ao que parece (mas é sempre melhor não comemorar logo), está se dando conta de que uma de suas principais atribuições é defender o consumidor. Ao liberar as bandas tarifárias e ao favorecer a entrada de novas empresas, a Anac não deixa de estar fazendo o próprio Governo economizar dinheiro, já que o Governo gasta muito com passagens para as viagens a serviço de seus servidores. Sou absolutamente favorável a condutas como essa da Anac e, diferentemente de muitos, acho que a abertura das bandas tarifárias e a facilitação da entrada de novas empresas no mercado, inclusive empresas estrangeiras, deveria valer também para os vôos internos. Capitalismo é isso.

Rodrigo Purisch disse...

Pêesse,

Essa liberação de vôos internos é mais polêmica. Capitalismo consciente envolve chances iguais. Nossa carga tributária e encargos trabalhistas não são iguais. Nos vôos internacionais esses encargos ficam menos evidentes, mas nos nacionais..

Precisamos é de uma reforma que nos deixe nas mesmas condições primeiro e aí que vença o mais competente.

um abraço

sábado, junho 21, 2008

ANAC Ameaça Reação Ao Aumento de Preços das Passagens

A ANAC diante do aumento do preço médio das passagens (já falamos disso neste post) ameaça acelerar a liberalização das bandas tarifárias nos vôos em direção a Europa e EUA e favorecer a entrada de novas cias no mercado. Segundo o levantamento da ANAC nos últimos 13 meses analisando-se os 5 destinos mais procurados foram observados aumentos de até 189%.

Quem compra passagem fora das promoções já sentiu isso há muito tempo.

Fonte: O Globo

2 comentários:

PêEsse disse...

Excelente notícia! A Anac, ao que parece (mas é sempre melhor não comemorar logo), está se dando conta de que uma de suas principais atribuições é defender o consumidor. Ao liberar as bandas tarifárias e ao favorecer a entrada de novas empresas, a Anac não deixa de estar fazendo o próprio Governo economizar dinheiro, já que o Governo gasta muito com passagens para as viagens a serviço de seus servidores. Sou absolutamente favorável a condutas como essa da Anac e, diferentemente de muitos, acho que a abertura das bandas tarifárias e a facilitação da entrada de novas empresas no mercado, inclusive empresas estrangeiras, deveria valer também para os vôos internos. Capitalismo é isso.

Rodrigo Purisch disse...

Pêesse,

Essa liberação de vôos internos é mais polêmica. Capitalismo consciente envolve chances iguais. Nossa carga tributária e encargos trabalhistas não são iguais. Nos vôos internacionais esses encargos ficam menos evidentes, mas nos nacionais..

Precisamos é de uma reforma que nos deixe nas mesmas condições primeiro e aí que vença o mais competente.

um abraço