quarta-feira, abril 18, 2007

Direitos, Mas Que Direitos?

Nós consumidores dos serviços dos aeroportos e das cias aéreas, contribuintes com nossos impostos e cidadãos temos nossos direitos desrespeitados como se esses não fossem direitos e sim favores que os demais nos prestam.

Overbooking e falta de suporte por parte das cias aéreas, greve ou motim de controladores do tráfego aéreo, investimentos insuficientes dos recursos já recolhidos por parte da Infraero e agora
greve da Policia Federal causando filas de 3 horas nos aeroportos brasileiros.

Enquanto aqueles que empossados do poder emanado do povo continuarem a olhar para seus próprios umbigos, não haverá paz na vida dos usuários dos aeroportos brasileiros.

Ou a população organiza-se para reclamar seus direitos como um grupo ou um dia ela irá também achar que o seu umbigo pessoal é mais importante do que o do vizinho e começar a tomar atitudes por conta própria a fim de assegurar seu quinhão do que ela considera direito. E quando isso ocorrer, aqueles que ignoram que certas porções da nossa sociedade já assistem com um prazer macabro as notícias de assaltos, mortes e sofrimentos envolvendo políticos, membros do judiciário e da própria polícia, entenderão que talvez já seja tarde para uma reação visando proteger seus queridos umbigos da sociedade ensandecida.

Texto soturno, mas o futuro dos passageiros também não parece muito animador.

3 comentários:

Arnaldo - Fatos & Fotos de Viagens disse...

"Nunca nesse país" se viu uma bagunça, uma pouca vergonha tão deprimente em tudo o que se relaciona`à aviação comercial: do estado vergonhoso dos aeroportos, das esperas absurdas palas bagagens, dos banheiros sujos, dos saguões sem segurança do Aeroporto Internacional do Rio (onde pedintes e pivetes andam livremente!) até a iluminação ridícula, sinalização medíocre, 'serviços de imigração vergonhosos, greves constantes de emissão de passaportes a checagem de passageiros e bagagens, TUDO, tudo é uma vergonha completa, absoluta.

Rodrigo Purisch disse...

Arnaldo,

concordo com tudo que você disse e soma-se a isso o site da Infraero, que não dá um mínimo de suporte ao usuário dos aeroportos brasileiros.

Anônimo disse...

Voces dois estão certos! Concordo 100%

Ernesto cd

quarta-feira, abril 18, 2007

Direitos, Mas Que Direitos?

Nós consumidores dos serviços dos aeroportos e das cias aéreas, contribuintes com nossos impostos e cidadãos temos nossos direitos desrespeitados como se esses não fossem direitos e sim favores que os demais nos prestam.

Overbooking e falta de suporte por parte das cias aéreas, greve ou motim de controladores do tráfego aéreo, investimentos insuficientes dos recursos já recolhidos por parte da Infraero e agora
greve da Policia Federal causando filas de 3 horas nos aeroportos brasileiros.

Enquanto aqueles que empossados do poder emanado do povo continuarem a olhar para seus próprios umbigos, não haverá paz na vida dos usuários dos aeroportos brasileiros.

Ou a população organiza-se para reclamar seus direitos como um grupo ou um dia ela irá também achar que o seu umbigo pessoal é mais importante do que o do vizinho e começar a tomar atitudes por conta própria a fim de assegurar seu quinhão do que ela considera direito. E quando isso ocorrer, aqueles que ignoram que certas porções da nossa sociedade já assistem com um prazer macabro as notícias de assaltos, mortes e sofrimentos envolvendo políticos, membros do judiciário e da própria polícia, entenderão que talvez já seja tarde para uma reação visando proteger seus queridos umbigos da sociedade ensandecida.

Texto soturno, mas o futuro dos passageiros também não parece muito animador.

3 comentários:

Arnaldo - Fatos & Fotos de Viagens disse...

"Nunca nesse país" se viu uma bagunça, uma pouca vergonha tão deprimente em tudo o que se relaciona`à aviação comercial: do estado vergonhoso dos aeroportos, das esperas absurdas palas bagagens, dos banheiros sujos, dos saguões sem segurança do Aeroporto Internacional do Rio (onde pedintes e pivetes andam livremente!) até a iluminação ridícula, sinalização medíocre, 'serviços de imigração vergonhosos, greves constantes de emissão de passaportes a checagem de passageiros e bagagens, TUDO, tudo é uma vergonha completa, absoluta.

Rodrigo Purisch disse...

Arnaldo,

concordo com tudo que você disse e soma-se a isso o site da Infraero, que não dá um mínimo de suporte ao usuário dos aeroportos brasileiros.

Anônimo disse...

Voces dois estão certos! Concordo 100%

Ernesto cd

quarta-feira, abril 18, 2007

Direitos, Mas Que Direitos?

Nós consumidores dos serviços dos aeroportos e das cias aéreas, contribuintes com nossos impostos e cidadãos temos nossos direitos desrespeitados como se esses não fossem direitos e sim favores que os demais nos prestam.

Overbooking e falta de suporte por parte das cias aéreas, greve ou motim de controladores do tráfego aéreo, investimentos insuficientes dos recursos já recolhidos por parte da Infraero e agora
greve da Policia Federal causando filas de 3 horas nos aeroportos brasileiros.

Enquanto aqueles que empossados do poder emanado do povo continuarem a olhar para seus próprios umbigos, não haverá paz na vida dos usuários dos aeroportos brasileiros.

Ou a população organiza-se para reclamar seus direitos como um grupo ou um dia ela irá também achar que o seu umbigo pessoal é mais importante do que o do vizinho e começar a tomar atitudes por conta própria a fim de assegurar seu quinhão do que ela considera direito. E quando isso ocorrer, aqueles que ignoram que certas porções da nossa sociedade já assistem com um prazer macabro as notícias de assaltos, mortes e sofrimentos envolvendo políticos, membros do judiciário e da própria polícia, entenderão que talvez já seja tarde para uma reação visando proteger seus queridos umbigos da sociedade ensandecida.

Texto soturno, mas o futuro dos passageiros também não parece muito animador.

3 comentários:

Arnaldo - Fatos & Fotos de Viagens disse...

"Nunca nesse país" se viu uma bagunça, uma pouca vergonha tão deprimente em tudo o que se relaciona`à aviação comercial: do estado vergonhoso dos aeroportos, das esperas absurdas palas bagagens, dos banheiros sujos, dos saguões sem segurança do Aeroporto Internacional do Rio (onde pedintes e pivetes andam livremente!) até a iluminação ridícula, sinalização medíocre, 'serviços de imigração vergonhosos, greves constantes de emissão de passaportes a checagem de passageiros e bagagens, TUDO, tudo é uma vergonha completa, absoluta.

Rodrigo Purisch disse...

Arnaldo,

concordo com tudo que você disse e soma-se a isso o site da Infraero, que não dá um mínimo de suporte ao usuário dos aeroportos brasileiros.

Anônimo disse...

Voces dois estão certos! Concordo 100%

Ernesto cd