domingo, junho 22, 2008

Férias: Europa em Julho/Julho/Agosto/Setembro

Fiz uma coletânea das promoções e tarifas vigentes para viajar de junho até início de dezembro. As tarifas foram levantadas no GDS Sabre e nos sites das cias aéreas quando as promoções forem explícitas nos mesmos. As menores tarifas existentes foram apresentadas abaixo nas tabelas, o que não quer dizer que ainda estejam disponíveis para venda. As mais baratas esgotam-se primeiro. Há ainda a possibilidade de novas promoções abordando vôos de setembro em diante.

Dica importante: A maioria das cias aéreas divide esse período pesquisado em alta e baixa temporada. As tarifas são normalmente mais altas entre 16/17 de junho a 17 de julho e de 12 de agosto a 18 de setembro e mais baixas entre 18 de julho e 11 de agosto e de 19 de setembro a 08 de dezembro.

Comparando essas tarifas com as que levantei no ano passado, nota-se um aumento que vai de uns 20 a 100 USD dependendo da cia aérea (exceto a British que manteve as tarifas inalteradas, das tarifas promocionais do site da Air France e as passagens da American que apresentaram preços com pequenas variações). Mas lembre-se que esse aumento é muito maior do que revela a tabela, já que o adicional de combustível (criados para compensar o aumento do petróleo) subiram muito nos últimos meses e esses valores não estão incluídos nas tarifas apresentadas.

Portanto, gostou de alguma tarifa, vá ao site da cia já muitas oferecem a opção de busca flexível que facilita a localização dos dias em que as passagens mais econômicas estão disponíveis. Se as datas forem menos flexíveis, cote sua passagem no ITA que apresenta o preço final da passagem com as taxas inclusas.

Sites com promoções voltadas para o Brasil :

Os demais links para os sites das cias aéreas podem ser encontrados na coluna a esquerda do blog

Para ampliar a tabela 1 clique aqui.



Para ampliar a tabela 2 clique aqui.



20 comentários:

Renata disse...

ótima pesquisa, Rodrigo!

Anônimo disse...

Rodrigo, ótima pesquisa. Pretendo ir para Paris em agosto e a pesquisa ajudou muito. Mas estou em duvida e peço por favor sua opnião. O site da Varig ainda vende passagens para Paris e tem o menor preço para voo direto R$ 3369,00 o casal. Será que é seguro comprar?

ABraço ,

Márcio...
Poços de Caldas

Arnaldo (FATOS & FOTOS de Viagens) disse...

Passei por aqui e deixo um abraço!

Anônimo disse...

Rodrigo,acompanho sempre seu blog e agora preciso de sua ajuda. Viajo só depois de 15 de dezembro , SP - Paris- Lisboa - SP.
Devo começar a pesquisar preços quando? Você acha que é possível encontrar tarifas onde eu possa fazer essa triangulação pagando como se fosse só uma ponto a ponto?
Obrigada desde já!
Cecilia

Caio Braz disse...

rodrigo, tava precisando falar em off com você, pedir umas dicas sobre blogsofera (nada a ver com passagem aérea, apesar de continuar um leitor assíduo).

não consegui achar teu e-mail! passa lá no Journey e deixa ele pra mim? abraços

Anônimo disse...

Oi Rodrigo, aproveito o post sobre passagnes para Europa para tirar uma dúvida: vou com meu marido à Europa de 1 a 20 de agosto. O roteiro é Amsterdam, Praga, Viena, Veneza, Florença e Roma. Nossa passagem de ida é com a Lufthansa, Sp-Munich-Amsterdam. Onde faremos alfândega? Alemanha ou Holanda? Há troca de aeronave em Munich... Depois de entrar não fazemos mais alfândega nos países subsequentes, certo? Um abraço, e muito obrigada, Mônica

Carol disse...

Oi, Rodrigo!
Me dah uma luz! Estou aqui tentnado achar uma passagem em torno do dia 27-28 de julho soh de volta pro Brasil. Estou aqui na Irlanda estudando e agora vou voltar. Como perdi o tempo minha passagem de volta, tenho que agora comprar soh a volta. Tem alguma sugestao? Estao muuuuuuuuito caras somente um trecho, as vezes mais caras que ida-e-volta.

Obrigada!

Anônimo disse...

Ém o verão espanhol as tarifas pra qualquer lugar do mundo são caríssimas! É melhor viajar em octubre o em mayo.
Um saludo.
Carmen

Rodrigo Purisch disse...

Renata,

Obrigado pelos elogios!

Márcio,
A Varig estedeu os vôos para Paris mais um pouco, já que a rota vai ser cancelada e a aeronave utilizada nessa vai ser devolvida (que já está um pouco envelecida e não conta com mimos tecnológiocs de entretenimento para os passageiros).

Comprar da Varig hoje é seguro, já que faz parte de um grupo forte dono da Gol. O risco é que por alguma razão possam alterar os vôos (cancelando ou tranferindo para outra cia). Se a diferença for grande, e você puder suportar algum imprevisto, então não haveria problema. Quanto a segurança de vôo e manutenção, não há razão para se preocupar.

Arnaldo,

Estou devendo uma visita no Fatos e Fotos de Viagens! Um forte abraço para você também!

Cecília,

Está difícil de fazer futurologia. Normalmente as promoções iniciam-se 3 a 4 meses antes do vôo. Olhe com atenção já que algumas passagens sofrem aumento após 08 de dezembro porque são classificadas como passagens de alta estação. Mas o dólar que está baixo pode variar e o preço do petróleo também. Isso faz a escolha de comprar agora ou mais tarde algo difícil. Você poderia comprar uma passagem com regras um pouco menos rígidas quanto a cancelamento. Se mais tarde aprarecer algo muito melhor e que valha a pena cancelar a passagem, pagar a multa, pedir estorno e comprar a outra, você poderia fazê-lo. Mas tudo vai depender da conjuntura econômica mundial...

Comprar Paris voando TAP, permite você parar em Lisboa na Ida e/ou na Volta. Comprando Lisboa na Air France pode permitir uma parada em Paris. Nesses dois casos, você passaria pelo hub na ida e na volta para realizar a conexão. Ida e volta em vôos diretos só na TAM que faz os dois destinos (code share com a TAP para Lisboa). Mas a TAM pode não ter o melhor preço.

Caio,

já dexei no Journey em espanhol

Mônica,

Você fara a alfandega no primeiro pais pertencente ao espaço de Schengen - http://pt.wikipedia.org/wiki/Acordo_de_Schengen- = Munique. O vôo Munique/Amsterdã é um vôo doméstico (dentro do espaço). Depois não tem alfandega (controle de passaporte), mas você ainda tem seguir as regras de bagagens de mão. Se você volta por Munique ou Frankfurt, via fazer a imigração no país onde inicar o vôo internacional para fora do espaço de Schengen

Carol,

Oneway nas cias tradicionais sai quase o mesmo preço de uma ida e volta.... Ou vocÊ compra uma ida e volta (descarta a volta ou cancela passagem depois ou com a volta para mais longe e até usa...) ou vai ter que apelar para um vôo charter ou cia menor.

Um vôo da Condor alemã de Frankfurt para Recife só ida sai uns 731 uSD com taxas, mas ai você tem arranjar uma passagem para Frankfurt e outra de Recife até sua cidade (tem uma promoção Smiles). Ai tem que fazer as contas. Mas antes disso procura um pouco as empresas de vôos chartes e pacotes ai na Europa. Quem sabe você não compra essa passagem numa delas. Pedeu a passagem porque a validade expirou ou esqueceu a data?

Carmen,

Como você prefiro a baixa estação, mas nem sempre as férias caem nessa época.

Um abraço a todos e obrigado pelas visitas.

Anônimo disse...

Valeu Rodrigo.

Vou arriscar ....

Abraço

Márcio

Mile disse...

Rodrigo,
Acabei de conhecer seu blog e adorei tudo!! Preciso de uma ajuda sua. Viajo para ondres em novembro(dia 19) e já comprei as passagens minha e de meu marido pela Alitalia, via Roma. Com todos os problemas que a Cia vem passando estou insegura com a viagem, já que tenho medo de até lá a Alitalia cancelar o vôo ou deixar de voar. Esse risco é real?
A penalidade para cancelamento é de 120 USD por pessoa, vale a pena arriscar ou cancelar?
Obrigada.

Rodrigo Purisch disse...

Mile,

É muito difícil tomar essa decisão por você. O ideal era ter pensado em uma outra alternativa antes de comprar.

Ela passa por uma crise, mas o novo governo Italiano tem muito interesse em resolver o problema mesmo que gerando altos custos ao povo Italiano. O problema maior são os sindicatos italianos que preferem matar a vaca a ter que reduzir o consumo de leite.


Você comprou numa agência? Se comprou, ela será co-responsável pela passagem em caso de cancelamento e deverá te dar uma outra opção. Se não, o negócio é ficar acompanhando as noticias da cia italiana e quem sabe deixar uma reserva em outra cia para o caso de ser necessário um plano B. Mas jogar os 120USD fora é uma questão muito pessoal e não há garantia de que ela não vá estar funcionando bem até lá.

Um abraço

Mile disse...

Obrigada, Rodrigo.
Farei isso. Providenciarei reservas em outra companhia e acompanharei de perto as notícias da Alitalia. Se for necessário fico no prejuízo de 120USD e não de todo o valor da passagem.
Um abraço.
Mile

Milena disse...

Já vi que o blog está super ativo! Tinah visto sópostagens de 2007, por isso fiquei na dúvida. Robrigo, gostaria do seu conselho sobre a seguinte questão: estou indo para a Europa pela priemira vez, a passeio, para ficar 40 dias (31/8 a 10/10) e estou um tanto perdida ainda em relação a várias questão. A primeira delas é que farei parte da ciagem com 3 amiga e a outra parte sozinha, depois nos encontraremos novamente para o casamento de uma amiga em Portugal. Enfim, como são 4 pessoas tentando ajustar seus desejos e ansiedades, não compramos nada até agora e estou ficando bem agoniada. Eu solicitei a ajuda de um agente de viagens indicado por um amigo, por me sentir mais segura assim, já que terei de reservar hotéis, comprar passagens de trem etc. em vários locais diferentes (vou passar pela Itália, Holanda, França, Portugal e Espanha). Nesse caso, achei que vale a pena ter uma referência aqui no Brasil, no caso de alguma coisa dar errado.. etc. O que vc acha?

Rodrigo Purisch disse...

Milena,

Como você disse, é sua primeira viagem a Europa e essa ansiedade é natural. O agente pode te ajudar a reduzir essa ansiedade, principalmente se for um bom agente e estiver disponível em caso de algum imprevisto.

Quando montamos uma viagem por conta própria, somos os únicos responsáveis pelos erros cometidos (escolha de um hotel fora do que imaginava por exemplo) e somos nós que teremos que lidar com os imprevistos. O domínio do Inglês ou da lingua do país facilitam a resolução dos problemas. Mas a opção de montar uma viagem por conta própria pode ser um prazer para para uma parte dos viajantes (escolha de hotéis, vôos, translados)e para outros é uma tortura (muitas decisões e é necessário ter estudado o destino primeiro para que suas decisões sejam mais fáceis).

Um bom agente pode ser seu grande aliado nessa viagem. Mas o profissional certo é muito importante. Uma parcela dos agentes vendem apenas o que é melhor comissionado (até porque vão ser corresponsáveis pelo negócio)e não conhecem o destino ou hotéis que te vendem (apenas por descrição de consolidadores).

Um bom agente tem uma lista de hotéis de sua confiança e domina o destino mesmo sem ter ido lá.

No caso das passagens, a coisa muda um pouco, já que eles não tem acesso a algumas tarifas superpromocionais nem vendem passagens de cias low cost (que tem franquias de bagagem menores e cobrma pelo despacho das malas). As cia low cost podem (as vezes o custo do deslocamento até o aeroporto secundário encarece a passagem) fazer trajetos mais baratos que os trens e mais rápidos.

Resumindo, o uso de um bom agente pode reduzir seu estresse e te ajudar na sua primeira viagem (quem sabe na próxima você já consegue realizar algumas etapas por conta própria), mas algumas vezes você vai pagar um pouco mais por isso.

Carol disse...

Olá,
Parabéns pelo Blog, muito útil pros viajantes.
Gostaria de uma ajuda sua, se possível:
Irei pra Europa em setembro e comprei um trecho pela easyjet no cartão de débito. Recebi a confirmação da compra e um número de referência, porém até agora o débito não foi realizado, como posso ter certeza que a compra foi confirmada? No site não tem um e-mail para contato.
Agradeço a ajuda
Carol

Rodrigo Purisch disse...

Carol,

sua resposta já foi postada aqui:

http://aquelapassagem.blogspot.com/2007/08/easyjet-vai-comear-cobrar-pelas-malas.html

Catarina disse...

Ola Rodrigo!!! Muito bacana seu site!!! Parabens!!!
Preciso de uma ajuda, estou procrando uma passagem de Sao Paulo para Madrid, quero sair em outubro, nao importa o dia, vou passar mais de 6 meses com meu irmao q mora la....
Ai comeca minha duvida, deveria comprar uma passagem com validade de 9 meses ??? ou seria melhor comprar uma mais barata, perder a volta e comprar outra qdo quiser retornar, estive olhando, os precos sao mauito variados com relacao a validade dos tickets, o maximo q consegui pelo menor valor foi um ticket das aerolineas saida em outubro, retorno em julho, no valor de 1.902, reais... O que vc acha ??? Tem alguma sugestao pra mim??? Ah... eu tenho passaporte portugues, faz alguma diferenca na compra dos tickets??? Catarina

Márcio André disse...

Olá Rodrigo, boa tarde!!!

Meus Parabéns pelo excelente blog que você têm! A minha dúvida é a seguinte:
Pretende embarcar ainda esse ano para Veneza, aonde irei tirar e minha cidadania Italiana. O meu Planejamento é em torno do final de Novembro e dezembro. Quais as dicas que você me dá. levando em conta que as passagens da Alitália estão muito atrativas, porêm não existe uma garantia se a empresa continua operando. Fico no aguardo. Outra duvida, quanto mais distante a volta mais barato fica a passagem? muito obrigado.

VALÈRIA disse...

Olá Rodrigo,adorei suas dicas,e pelo visto sua experiencia é grande.
Contando c/isso gostaria de te pedir uma ajuda.Pretendo viajar em 27/12/08 p/Lisboa;c/ retorno ao Br 13/01/9,(qual a cia + em conta?Sugestão?).Gostaria de dar uma esticada ate Marrocos,e voltaria p/Lisb.e iria p/Madri,etc... de carro,c/amigos,que nos deixaram Toulousse(ja estaremos á pé).Seguiremos p/Paris,p/2dias.E de Lá p/Roma,com volta p/o Br.Teria alguma forma de emendar uma perna bem barata de paris p/Roma?
E se não for explorar,alguma dica de locomoção BARATA(se possivel rapida)entre toulouse e Paris??

domingo, junho 22, 2008

Férias: Europa em Julho/Julho/Agosto/Setembro

Fiz uma coletânea das promoções e tarifas vigentes para viajar de junho até início de dezembro. As tarifas foram levantadas no GDS Sabre e nos sites das cias aéreas quando as promoções forem explícitas nos mesmos. As menores tarifas existentes foram apresentadas abaixo nas tabelas, o que não quer dizer que ainda estejam disponíveis para venda. As mais baratas esgotam-se primeiro. Há ainda a possibilidade de novas promoções abordando vôos de setembro em diante.

Dica importante: A maioria das cias aéreas divide esse período pesquisado em alta e baixa temporada. As tarifas são normalmente mais altas entre 16/17 de junho a 17 de julho e de 12 de agosto a 18 de setembro e mais baixas entre 18 de julho e 11 de agosto e de 19 de setembro a 08 de dezembro.

Comparando essas tarifas com as que levantei no ano passado, nota-se um aumento que vai de uns 20 a 100 USD dependendo da cia aérea (exceto a British que manteve as tarifas inalteradas, das tarifas promocionais do site da Air France e as passagens da American que apresentaram preços com pequenas variações). Mas lembre-se que esse aumento é muito maior do que revela a tabela, já que o adicional de combustível (criados para compensar o aumento do petróleo) subiram muito nos últimos meses e esses valores não estão incluídos nas tarifas apresentadas.

Portanto, gostou de alguma tarifa, vá ao site da cia já muitas oferecem a opção de busca flexível que facilita a localização dos dias em que as passagens mais econômicas estão disponíveis. Se as datas forem menos flexíveis, cote sua passagem no ITA que apresenta o preço final da passagem com as taxas inclusas.

Sites com promoções voltadas para o Brasil :

Os demais links para os sites das cias aéreas podem ser encontrados na coluna a esquerda do blog

Para ampliar a tabela 1 clique aqui.



Para ampliar a tabela 2 clique aqui.



20 comentários:

Renata disse...

ótima pesquisa, Rodrigo!

Anônimo disse...

Rodrigo, ótima pesquisa. Pretendo ir para Paris em agosto e a pesquisa ajudou muito. Mas estou em duvida e peço por favor sua opnião. O site da Varig ainda vende passagens para Paris e tem o menor preço para voo direto R$ 3369,00 o casal. Será que é seguro comprar?

ABraço ,

Márcio...
Poços de Caldas

Arnaldo (FATOS & FOTOS de Viagens) disse...

Passei por aqui e deixo um abraço!

Anônimo disse...

Rodrigo,acompanho sempre seu blog e agora preciso de sua ajuda. Viajo só depois de 15 de dezembro , SP - Paris- Lisboa - SP.
Devo começar a pesquisar preços quando? Você acha que é possível encontrar tarifas onde eu possa fazer essa triangulação pagando como se fosse só uma ponto a ponto?
Obrigada desde já!
Cecilia

Caio Braz disse...

rodrigo, tava precisando falar em off com você, pedir umas dicas sobre blogsofera (nada a ver com passagem aérea, apesar de continuar um leitor assíduo).

não consegui achar teu e-mail! passa lá no Journey e deixa ele pra mim? abraços

Anônimo disse...

Oi Rodrigo, aproveito o post sobre passagnes para Europa para tirar uma dúvida: vou com meu marido à Europa de 1 a 20 de agosto. O roteiro é Amsterdam, Praga, Viena, Veneza, Florença e Roma. Nossa passagem de ida é com a Lufthansa, Sp-Munich-Amsterdam. Onde faremos alfândega? Alemanha ou Holanda? Há troca de aeronave em Munich... Depois de entrar não fazemos mais alfândega nos países subsequentes, certo? Um abraço, e muito obrigada, Mônica

Carol disse...

Oi, Rodrigo!
Me dah uma luz! Estou aqui tentnado achar uma passagem em torno do dia 27-28 de julho soh de volta pro Brasil. Estou aqui na Irlanda estudando e agora vou voltar. Como perdi o tempo minha passagem de volta, tenho que agora comprar soh a volta. Tem alguma sugestao? Estao muuuuuuuuito caras somente um trecho, as vezes mais caras que ida-e-volta.

Obrigada!

Anônimo disse...

Ém o verão espanhol as tarifas pra qualquer lugar do mundo são caríssimas! É melhor viajar em octubre o em mayo.
Um saludo.
Carmen

Rodrigo Purisch disse...

Renata,

Obrigado pelos elogios!

Márcio,
A Varig estedeu os vôos para Paris mais um pouco, já que a rota vai ser cancelada e a aeronave utilizada nessa vai ser devolvida (que já está um pouco envelecida e não conta com mimos tecnológiocs de entretenimento para os passageiros).

Comprar da Varig hoje é seguro, já que faz parte de um grupo forte dono da Gol. O risco é que por alguma razão possam alterar os vôos (cancelando ou tranferindo para outra cia). Se a diferença for grande, e você puder suportar algum imprevisto, então não haveria problema. Quanto a segurança de vôo e manutenção, não há razão para se preocupar.

Arnaldo,

Estou devendo uma visita no Fatos e Fotos de Viagens! Um forte abraço para você também!

Cecília,

Está difícil de fazer futurologia. Normalmente as promoções iniciam-se 3 a 4 meses antes do vôo. Olhe com atenção já que algumas passagens sofrem aumento após 08 de dezembro porque são classificadas como passagens de alta estação. Mas o dólar que está baixo pode variar e o preço do petróleo também. Isso faz a escolha de comprar agora ou mais tarde algo difícil. Você poderia comprar uma passagem com regras um pouco menos rígidas quanto a cancelamento. Se mais tarde aprarecer algo muito melhor e que valha a pena cancelar a passagem, pagar a multa, pedir estorno e comprar a outra, você poderia fazê-lo. Mas tudo vai depender da conjuntura econômica mundial...

Comprar Paris voando TAP, permite você parar em Lisboa na Ida e/ou na Volta. Comprando Lisboa na Air France pode permitir uma parada em Paris. Nesses dois casos, você passaria pelo hub na ida e na volta para realizar a conexão. Ida e volta em vôos diretos só na TAM que faz os dois destinos (code share com a TAP para Lisboa). Mas a TAM pode não ter o melhor preço.

Caio,

já dexei no Journey em espanhol

Mônica,

Você fara a alfandega no primeiro pais pertencente ao espaço de Schengen - http://pt.wikipedia.org/wiki/Acordo_de_Schengen- = Munique. O vôo Munique/Amsterdã é um vôo doméstico (dentro do espaço). Depois não tem alfandega (controle de passaporte), mas você ainda tem seguir as regras de bagagens de mão. Se você volta por Munique ou Frankfurt, via fazer a imigração no país onde inicar o vôo internacional para fora do espaço de Schengen

Carol,

Oneway nas cias tradicionais sai quase o mesmo preço de uma ida e volta.... Ou vocÊ compra uma ida e volta (descarta a volta ou cancela passagem depois ou com a volta para mais longe e até usa...) ou vai ter que apelar para um vôo charter ou cia menor.

Um vôo da Condor alemã de Frankfurt para Recife só ida sai uns 731 uSD com taxas, mas ai você tem arranjar uma passagem para Frankfurt e outra de Recife até sua cidade (tem uma promoção Smiles). Ai tem que fazer as contas. Mas antes disso procura um pouco as empresas de vôos chartes e pacotes ai na Europa. Quem sabe você não compra essa passagem numa delas. Pedeu a passagem porque a validade expirou ou esqueceu a data?

Carmen,

Como você prefiro a baixa estação, mas nem sempre as férias caem nessa época.

Um abraço a todos e obrigado pelas visitas.

Anônimo disse...

Valeu Rodrigo.

Vou arriscar ....

Abraço

Márcio

Mile disse...

Rodrigo,
Acabei de conhecer seu blog e adorei tudo!! Preciso de uma ajuda sua. Viajo para ondres em novembro(dia 19) e já comprei as passagens minha e de meu marido pela Alitalia, via Roma. Com todos os problemas que a Cia vem passando estou insegura com a viagem, já que tenho medo de até lá a Alitalia cancelar o vôo ou deixar de voar. Esse risco é real?
A penalidade para cancelamento é de 120 USD por pessoa, vale a pena arriscar ou cancelar?
Obrigada.

Rodrigo Purisch disse...

Mile,

É muito difícil tomar essa decisão por você. O ideal era ter pensado em uma outra alternativa antes de comprar.

Ela passa por uma crise, mas o novo governo Italiano tem muito interesse em resolver o problema mesmo que gerando altos custos ao povo Italiano. O problema maior são os sindicatos italianos que preferem matar a vaca a ter que reduzir o consumo de leite.


Você comprou numa agência? Se comprou, ela será co-responsável pela passagem em caso de cancelamento e deverá te dar uma outra opção. Se não, o negócio é ficar acompanhando as noticias da cia italiana e quem sabe deixar uma reserva em outra cia para o caso de ser necessário um plano B. Mas jogar os 120USD fora é uma questão muito pessoal e não há garantia de que ela não vá estar funcionando bem até lá.

Um abraço

Mile disse...

Obrigada, Rodrigo.
Farei isso. Providenciarei reservas em outra companhia e acompanharei de perto as notícias da Alitalia. Se for necessário fico no prejuízo de 120USD e não de todo o valor da passagem.
Um abraço.
Mile

Milena disse...

Já vi que o blog está super ativo! Tinah visto sópostagens de 2007, por isso fiquei na dúvida. Robrigo, gostaria do seu conselho sobre a seguinte questão: estou indo para a Europa pela priemira vez, a passeio, para ficar 40 dias (31/8 a 10/10) e estou um tanto perdida ainda em relação a várias questão. A primeira delas é que farei parte da ciagem com 3 amiga e a outra parte sozinha, depois nos encontraremos novamente para o casamento de uma amiga em Portugal. Enfim, como são 4 pessoas tentando ajustar seus desejos e ansiedades, não compramos nada até agora e estou ficando bem agoniada. Eu solicitei a ajuda de um agente de viagens indicado por um amigo, por me sentir mais segura assim, já que terei de reservar hotéis, comprar passagens de trem etc. em vários locais diferentes (vou passar pela Itália, Holanda, França, Portugal e Espanha). Nesse caso, achei que vale a pena ter uma referência aqui no Brasil, no caso de alguma coisa dar errado.. etc. O que vc acha?

Rodrigo Purisch disse...

Milena,

Como você disse, é sua primeira viagem a Europa e essa ansiedade é natural. O agente pode te ajudar a reduzir essa ansiedade, principalmente se for um bom agente e estiver disponível em caso de algum imprevisto.

Quando montamos uma viagem por conta própria, somos os únicos responsáveis pelos erros cometidos (escolha de um hotel fora do que imaginava por exemplo) e somos nós que teremos que lidar com os imprevistos. O domínio do Inglês ou da lingua do país facilitam a resolução dos problemas. Mas a opção de montar uma viagem por conta própria pode ser um prazer para para uma parte dos viajantes (escolha de hotéis, vôos, translados)e para outros é uma tortura (muitas decisões e é necessário ter estudado o destino primeiro para que suas decisões sejam mais fáceis).

Um bom agente pode ser seu grande aliado nessa viagem. Mas o profissional certo é muito importante. Uma parcela dos agentes vendem apenas o que é melhor comissionado (até porque vão ser corresponsáveis pelo negócio)e não conhecem o destino ou hotéis que te vendem (apenas por descrição de consolidadores).

Um bom agente tem uma lista de hotéis de sua confiança e domina o destino mesmo sem ter ido lá.

No caso das passagens, a coisa muda um pouco, já que eles não tem acesso a algumas tarifas superpromocionais nem vendem passagens de cias low cost (que tem franquias de bagagem menores e cobrma pelo despacho das malas). As cia low cost podem (as vezes o custo do deslocamento até o aeroporto secundário encarece a passagem) fazer trajetos mais baratos que os trens e mais rápidos.

Resumindo, o uso de um bom agente pode reduzir seu estresse e te ajudar na sua primeira viagem (quem sabe na próxima você já consegue realizar algumas etapas por conta própria), mas algumas vezes você vai pagar um pouco mais por isso.

Carol disse...

Olá,
Parabéns pelo Blog, muito útil pros viajantes.
Gostaria de uma ajuda sua, se possível:
Irei pra Europa em setembro e comprei um trecho pela easyjet no cartão de débito. Recebi a confirmação da compra e um número de referência, porém até agora o débito não foi realizado, como posso ter certeza que a compra foi confirmada? No site não tem um e-mail para contato.
Agradeço a ajuda
Carol

Rodrigo Purisch disse...

Carol,

sua resposta já foi postada aqui:

http://aquelapassagem.blogspot.com/2007/08/easyjet-vai-comear-cobrar-pelas-malas.html

Catarina disse...

Ola Rodrigo!!! Muito bacana seu site!!! Parabens!!!
Preciso de uma ajuda, estou procrando uma passagem de Sao Paulo para Madrid, quero sair em outubro, nao importa o dia, vou passar mais de 6 meses com meu irmao q mora la....
Ai comeca minha duvida, deveria comprar uma passagem com validade de 9 meses ??? ou seria melhor comprar uma mais barata, perder a volta e comprar outra qdo quiser retornar, estive olhando, os precos sao mauito variados com relacao a validade dos tickets, o maximo q consegui pelo menor valor foi um ticket das aerolineas saida em outubro, retorno em julho, no valor de 1.902, reais... O que vc acha ??? Tem alguma sugestao pra mim??? Ah... eu tenho passaporte portugues, faz alguma diferenca na compra dos tickets??? Catarina

Márcio André disse...

Olá Rodrigo, boa tarde!!!

Meus Parabéns pelo excelente blog que você têm! A minha dúvida é a seguinte:
Pretende embarcar ainda esse ano para Veneza, aonde irei tirar e minha cidadania Italiana. O meu Planejamento é em torno do final de Novembro e dezembro. Quais as dicas que você me dá. levando em conta que as passagens da Alitália estão muito atrativas, porêm não existe uma garantia se a empresa continua operando. Fico no aguardo. Outra duvida, quanto mais distante a volta mais barato fica a passagem? muito obrigado.

VALÈRIA disse...

Olá Rodrigo,adorei suas dicas,e pelo visto sua experiencia é grande.
Contando c/isso gostaria de te pedir uma ajuda.Pretendo viajar em 27/12/08 p/Lisboa;c/ retorno ao Br 13/01/9,(qual a cia + em conta?Sugestão?).Gostaria de dar uma esticada ate Marrocos,e voltaria p/Lisb.e iria p/Madri,etc... de carro,c/amigos,que nos deixaram Toulousse(ja estaremos á pé).Seguiremos p/Paris,p/2dias.E de Lá p/Roma,com volta p/o Br.Teria alguma forma de emendar uma perna bem barata de paris p/Roma?
E se não for explorar,alguma dica de locomoção BARATA(se possivel rapida)entre toulouse e Paris??

domingo, junho 22, 2008

Férias: Europa em Julho/Julho/Agosto/Setembro

Fiz uma coletânea das promoções e tarifas vigentes para viajar de junho até início de dezembro. As tarifas foram levantadas no GDS Sabre e nos sites das cias aéreas quando as promoções forem explícitas nos mesmos. As menores tarifas existentes foram apresentadas abaixo nas tabelas, o que não quer dizer que ainda estejam disponíveis para venda. As mais baratas esgotam-se primeiro. Há ainda a possibilidade de novas promoções abordando vôos de setembro em diante.

Dica importante: A maioria das cias aéreas divide esse período pesquisado em alta e baixa temporada. As tarifas são normalmente mais altas entre 16/17 de junho a 17 de julho e de 12 de agosto a 18 de setembro e mais baixas entre 18 de julho e 11 de agosto e de 19 de setembro a 08 de dezembro.

Comparando essas tarifas com as que levantei no ano passado, nota-se um aumento que vai de uns 20 a 100 USD dependendo da cia aérea (exceto a British que manteve as tarifas inalteradas, das tarifas promocionais do site da Air France e as passagens da American que apresentaram preços com pequenas variações). Mas lembre-se que esse aumento é muito maior do que revela a tabela, já que o adicional de combustível (criados para compensar o aumento do petróleo) subiram muito nos últimos meses e esses valores não estão incluídos nas tarifas apresentadas.

Portanto, gostou de alguma tarifa, vá ao site da cia já muitas oferecem a opção de busca flexível que facilita a localização dos dias em que as passagens mais econômicas estão disponíveis. Se as datas forem menos flexíveis, cote sua passagem no ITA que apresenta o preço final da passagem com as taxas inclusas.

Sites com promoções voltadas para o Brasil :

Os demais links para os sites das cias aéreas podem ser encontrados na coluna a esquerda do blog

Para ampliar a tabela 1 clique aqui.



Para ampliar a tabela 2 clique aqui.



20 comentários:

Renata disse...

ótima pesquisa, Rodrigo!

Anônimo disse...

Rodrigo, ótima pesquisa. Pretendo ir para Paris em agosto e a pesquisa ajudou muito. Mas estou em duvida e peço por favor sua opnião. O site da Varig ainda vende passagens para Paris e tem o menor preço para voo direto R$ 3369,00 o casal. Será que é seguro comprar?

ABraço ,

Márcio...
Poços de Caldas

Arnaldo (FATOS & FOTOS de Viagens) disse...

Passei por aqui e deixo um abraço!

Anônimo disse...

Rodrigo,acompanho sempre seu blog e agora preciso de sua ajuda. Viajo só depois de 15 de dezembro , SP - Paris- Lisboa - SP.
Devo começar a pesquisar preços quando? Você acha que é possível encontrar tarifas onde eu possa fazer essa triangulação pagando como se fosse só uma ponto a ponto?
Obrigada desde já!
Cecilia

Caio Braz disse...

rodrigo, tava precisando falar em off com você, pedir umas dicas sobre blogsofera (nada a ver com passagem aérea, apesar de continuar um leitor assíduo).

não consegui achar teu e-mail! passa lá no Journey e deixa ele pra mim? abraços

Anônimo disse...

Oi Rodrigo, aproveito o post sobre passagnes para Europa para tirar uma dúvida: vou com meu marido à Europa de 1 a 20 de agosto. O roteiro é Amsterdam, Praga, Viena, Veneza, Florença e Roma. Nossa passagem de ida é com a Lufthansa, Sp-Munich-Amsterdam. Onde faremos alfândega? Alemanha ou Holanda? Há troca de aeronave em Munich... Depois de entrar não fazemos mais alfândega nos países subsequentes, certo? Um abraço, e muito obrigada, Mônica

Carol disse...

Oi, Rodrigo!
Me dah uma luz! Estou aqui tentnado achar uma passagem em torno do dia 27-28 de julho soh de volta pro Brasil. Estou aqui na Irlanda estudando e agora vou voltar. Como perdi o tempo minha passagem de volta, tenho que agora comprar soh a volta. Tem alguma sugestao? Estao muuuuuuuuito caras somente um trecho, as vezes mais caras que ida-e-volta.

Obrigada!

Anônimo disse...

Ém o verão espanhol as tarifas pra qualquer lugar do mundo são caríssimas! É melhor viajar em octubre o em mayo.
Um saludo.
Carmen

Rodrigo Purisch disse...

Renata,

Obrigado pelos elogios!

Márcio,
A Varig estedeu os vôos para Paris mais um pouco, já que a rota vai ser cancelada e a aeronave utilizada nessa vai ser devolvida (que já está um pouco envelecida e não conta com mimos tecnológiocs de entretenimento para os passageiros).

Comprar da Varig hoje é seguro, já que faz parte de um grupo forte dono da Gol. O risco é que por alguma razão possam alterar os vôos (cancelando ou tranferindo para outra cia). Se a diferença for grande, e você puder suportar algum imprevisto, então não haveria problema. Quanto a segurança de vôo e manutenção, não há razão para se preocupar.

Arnaldo,

Estou devendo uma visita no Fatos e Fotos de Viagens! Um forte abraço para você também!

Cecília,

Está difícil de fazer futurologia. Normalmente as promoções iniciam-se 3 a 4 meses antes do vôo. Olhe com atenção já que algumas passagens sofrem aumento após 08 de dezembro porque são classificadas como passagens de alta estação. Mas o dólar que está baixo pode variar e o preço do petróleo também. Isso faz a escolha de comprar agora ou mais tarde algo difícil. Você poderia comprar uma passagem com regras um pouco menos rígidas quanto a cancelamento. Se mais tarde aprarecer algo muito melhor e que valha a pena cancelar a passagem, pagar a multa, pedir estorno e comprar a outra, você poderia fazê-lo. Mas tudo vai depender da conjuntura econômica mundial...

Comprar Paris voando TAP, permite você parar em Lisboa na Ida e/ou na Volta. Comprando Lisboa na Air France pode permitir uma parada em Paris. Nesses dois casos, você passaria pelo hub na ida e na volta para realizar a conexão. Ida e volta em vôos diretos só na TAM que faz os dois destinos (code share com a TAP para Lisboa). Mas a TAM pode não ter o melhor preço.

Caio,

já dexei no Journey em espanhol

Mônica,

Você fara a alfandega no primeiro pais pertencente ao espaço de Schengen - http://pt.wikipedia.org/wiki/Acordo_de_Schengen- = Munique. O vôo Munique/Amsterdã é um vôo doméstico (dentro do espaço). Depois não tem alfandega (controle de passaporte), mas você ainda tem seguir as regras de bagagens de mão. Se você volta por Munique ou Frankfurt, via fazer a imigração no país onde inicar o vôo internacional para fora do espaço de Schengen

Carol,

Oneway nas cias tradicionais sai quase o mesmo preço de uma ida e volta.... Ou vocÊ compra uma ida e volta (descarta a volta ou cancela passagem depois ou com a volta para mais longe e até usa...) ou vai ter que apelar para um vôo charter ou cia menor.

Um vôo da Condor alemã de Frankfurt para Recife só ida sai uns 731 uSD com taxas, mas ai você tem arranjar uma passagem para Frankfurt e outra de Recife até sua cidade (tem uma promoção Smiles). Ai tem que fazer as contas. Mas antes disso procura um pouco as empresas de vôos chartes e pacotes ai na Europa. Quem sabe você não compra essa passagem numa delas. Pedeu a passagem porque a validade expirou ou esqueceu a data?

Carmen,

Como você prefiro a baixa estação, mas nem sempre as férias caem nessa época.

Um abraço a todos e obrigado pelas visitas.

Anônimo disse...

Valeu Rodrigo.

Vou arriscar ....

Abraço

Márcio

Mile disse...

Rodrigo,
Acabei de conhecer seu blog e adorei tudo!! Preciso de uma ajuda sua. Viajo para ondres em novembro(dia 19) e já comprei as passagens minha e de meu marido pela Alitalia, via Roma. Com todos os problemas que a Cia vem passando estou insegura com a viagem, já que tenho medo de até lá a Alitalia cancelar o vôo ou deixar de voar. Esse risco é real?
A penalidade para cancelamento é de 120 USD por pessoa, vale a pena arriscar ou cancelar?
Obrigada.

Rodrigo Purisch disse...

Mile,

É muito difícil tomar essa decisão por você. O ideal era ter pensado em uma outra alternativa antes de comprar.

Ela passa por uma crise, mas o novo governo Italiano tem muito interesse em resolver o problema mesmo que gerando altos custos ao povo Italiano. O problema maior são os sindicatos italianos que preferem matar a vaca a ter que reduzir o consumo de leite.


Você comprou numa agência? Se comprou, ela será co-responsável pela passagem em caso de cancelamento e deverá te dar uma outra opção. Se não, o negócio é ficar acompanhando as noticias da cia italiana e quem sabe deixar uma reserva em outra cia para o caso de ser necessário um plano B. Mas jogar os 120USD fora é uma questão muito pessoal e não há garantia de que ela não vá estar funcionando bem até lá.

Um abraço

Mile disse...

Obrigada, Rodrigo.
Farei isso. Providenciarei reservas em outra companhia e acompanharei de perto as notícias da Alitalia. Se for necessário fico no prejuízo de 120USD e não de todo o valor da passagem.
Um abraço.
Mile

Milena disse...

Já vi que o blog está super ativo! Tinah visto sópostagens de 2007, por isso fiquei na dúvida. Robrigo, gostaria do seu conselho sobre a seguinte questão: estou indo para a Europa pela priemira vez, a passeio, para ficar 40 dias (31/8 a 10/10) e estou um tanto perdida ainda em relação a várias questão. A primeira delas é que farei parte da ciagem com 3 amiga e a outra parte sozinha, depois nos encontraremos novamente para o casamento de uma amiga em Portugal. Enfim, como são 4 pessoas tentando ajustar seus desejos e ansiedades, não compramos nada até agora e estou ficando bem agoniada. Eu solicitei a ajuda de um agente de viagens indicado por um amigo, por me sentir mais segura assim, já que terei de reservar hotéis, comprar passagens de trem etc. em vários locais diferentes (vou passar pela Itália, Holanda, França, Portugal e Espanha). Nesse caso, achei que vale a pena ter uma referência aqui no Brasil, no caso de alguma coisa dar errado.. etc. O que vc acha?

Rodrigo Purisch disse...

Milena,

Como você disse, é sua primeira viagem a Europa e essa ansiedade é natural. O agente pode te ajudar a reduzir essa ansiedade, principalmente se for um bom agente e estiver disponível em caso de algum imprevisto.

Quando montamos uma viagem por conta própria, somos os únicos responsáveis pelos erros cometidos (escolha de um hotel fora do que imaginava por exemplo) e somos nós que teremos que lidar com os imprevistos. O domínio do Inglês ou da lingua do país facilitam a resolução dos problemas. Mas a opção de montar uma viagem por conta própria pode ser um prazer para para uma parte dos viajantes (escolha de hotéis, vôos, translados)e para outros é uma tortura (muitas decisões e é necessário ter estudado o destino primeiro para que suas decisões sejam mais fáceis).

Um bom agente pode ser seu grande aliado nessa viagem. Mas o profissional certo é muito importante. Uma parcela dos agentes vendem apenas o que é melhor comissionado (até porque vão ser corresponsáveis pelo negócio)e não conhecem o destino ou hotéis que te vendem (apenas por descrição de consolidadores).

Um bom agente tem uma lista de hotéis de sua confiança e domina o destino mesmo sem ter ido lá.

No caso das passagens, a coisa muda um pouco, já que eles não tem acesso a algumas tarifas superpromocionais nem vendem passagens de cias low cost (que tem franquias de bagagem menores e cobrma pelo despacho das malas). As cia low cost podem (as vezes o custo do deslocamento até o aeroporto secundário encarece a passagem) fazer trajetos mais baratos que os trens e mais rápidos.

Resumindo, o uso de um bom agente pode reduzir seu estresse e te ajudar na sua primeira viagem (quem sabe na próxima você já consegue realizar algumas etapas por conta própria), mas algumas vezes você vai pagar um pouco mais por isso.

Carol disse...

Olá,
Parabéns pelo Blog, muito útil pros viajantes.
Gostaria de uma ajuda sua, se possível:
Irei pra Europa em setembro e comprei um trecho pela easyjet no cartão de débito. Recebi a confirmação da compra e um número de referência, porém até agora o débito não foi realizado, como posso ter certeza que a compra foi confirmada? No site não tem um e-mail para contato.
Agradeço a ajuda
Carol

Rodrigo Purisch disse...

Carol,

sua resposta já foi postada aqui:

http://aquelapassagem.blogspot.com/2007/08/easyjet-vai-comear-cobrar-pelas-malas.html

Catarina disse...

Ola Rodrigo!!! Muito bacana seu site!!! Parabens!!!
Preciso de uma ajuda, estou procrando uma passagem de Sao Paulo para Madrid, quero sair em outubro, nao importa o dia, vou passar mais de 6 meses com meu irmao q mora la....
Ai comeca minha duvida, deveria comprar uma passagem com validade de 9 meses ??? ou seria melhor comprar uma mais barata, perder a volta e comprar outra qdo quiser retornar, estive olhando, os precos sao mauito variados com relacao a validade dos tickets, o maximo q consegui pelo menor valor foi um ticket das aerolineas saida em outubro, retorno em julho, no valor de 1.902, reais... O que vc acha ??? Tem alguma sugestao pra mim??? Ah... eu tenho passaporte portugues, faz alguma diferenca na compra dos tickets??? Catarina

Márcio André disse...

Olá Rodrigo, boa tarde!!!

Meus Parabéns pelo excelente blog que você têm! A minha dúvida é a seguinte:
Pretende embarcar ainda esse ano para Veneza, aonde irei tirar e minha cidadania Italiana. O meu Planejamento é em torno do final de Novembro e dezembro. Quais as dicas que você me dá. levando em conta que as passagens da Alitália estão muito atrativas, porêm não existe uma garantia se a empresa continua operando. Fico no aguardo. Outra duvida, quanto mais distante a volta mais barato fica a passagem? muito obrigado.

VALÈRIA disse...

Olá Rodrigo,adorei suas dicas,e pelo visto sua experiencia é grande.
Contando c/isso gostaria de te pedir uma ajuda.Pretendo viajar em 27/12/08 p/Lisboa;c/ retorno ao Br 13/01/9,(qual a cia + em conta?Sugestão?).Gostaria de dar uma esticada ate Marrocos,e voltaria p/Lisb.e iria p/Madri,etc... de carro,c/amigos,que nos deixaram Toulousse(ja estaremos á pé).Seguiremos p/Paris,p/2dias.E de Lá p/Roma,com volta p/o Br.Teria alguma forma de emendar uma perna bem barata de paris p/Roma?
E se não for explorar,alguma dica de locomoção BARATA(se possivel rapida)entre toulouse e Paris??