domingo, julho 20, 2008

Resumo da Semana

Promoção de vôos nacionais só nos programas de fidelidade Smiles e Fidelidade TAM.

Já Varig está com uma promoção para o vôo Rio de Janeiro/Santiago do Chile.

Como o post sobre cartões de crédito ficou recheado de dicas dos leitores, resolvi expandir um pouco mais o tema. A escolha de um cartão pode ser influenciada por outros fatores além do programa de recompensas do cartão. Outras vantagens como seguros e assistências podem pesar na decisão. Você já usou algum desses serviços adicionais? Se já não esqueça de deixar sua experiência na caixa de comentários deste post aqui.

A programada redução de vôos da TAP para o segundo semestre afetarão também os vôos com destino ao Brasil.

A Copa anunciou tarifas para o vôo Belo Horizonte/Miami via cidade do Panamá a ser operado a partir de agosto. Mas parece que além da TAM que deve operar vôos de Belo Horizonte para Miami via Rio de Janeiro, a Delta e a American solicitaram direitos para operar vôos entre Belo Horizonte e os Estados Unidos (Atlanta e Miami respectivamente). Ótimas conquistas para a nossa BH. Agora só falta melhorar a infra-estrutura da emigração e quem sabe ampliar o recentemente implantado duty free Shop do aeroporto de Confins.

Questionados por um leitor sobre a operação dos vôos da Pluna para Bariloche, fomos atrás da cia aérea e conseguimos esclarecer como anda a operação desse vôo e confirmar os planos de vôos para Belo Horizonte e Brasília ainda este ano, se o petróleo deixar, mediante uma resposta do diretor da Pluna para o Brasil, Gonzalo Mazzaferro.

A novela da Aerolineas evoluiu como esperado. O governo reestatizou a cia aérea. Agora só falta saber se anovela chega ao fim ou ainda vamos ter novos capítulos.

Para ganhar dinheiro, algumas cias americanas vão colocar propaganda nos cartões de embarque impressos pelo passageiro.

O noticiário não para de falar de aumento de preços. Fizemos uma pequena análise desse quadro e o impacto para o consumidor.

Comentários respondidos! Uma boa semana a todos!

4 comentários:

Letícia Manchini disse...

Boa noite Rodrigo!

Sou sua nova leitora e me descrevo como compulsiva por viagens, no momento atual estou me preparando para adquirir meu novo roteiro, e tenho uma dúvida pertinente. Uma colega minha que trabalha em uma agencia me informou que as passagens aéreas e pacote de cruzeiro tabelados em dólares, ao efetuar o pagamento é convertido para dólar turismo. Por favor me confirme esta informação, pois em sites como o Submarino a tarifa é a mesma da empresa aérea, parcelada em mais vezes,porem é convertida pelo dólar paralelo.

Atenciosamente e muito grata pelo blog,

Letícia Manchini
leticiapw@gmail.com

Rodrigo Purisch disse...

Letícia,

Essa questão de qual cotação é utilizada é sempre complexa.

Algumas agências ao venderem pacotes, cruzeiros, passes de trem, seguros saúde de viagem usam uma cotação baseada no dolar turismo anunciada diariamente pela operadora responsável pelos serviços. É muito importante perguntar ao agente qual a cotoação está sendo utilizada.

As passagens aéreas são convertidas usando uma cotação baseadas na taxa do dolar comercial, normalmente praticada pela cia aérea ou GDS. No caso de parcelamento no Brasil, a passagem é convertida em reais no dia da compra e as parcelas são fixas em reais. Comprando no exterior sua passagem (ou em sites baseados no exterior) a passagem é comprada convertida para dólares americanos e seu cartão converte para reais usando uma cotação baseada no dolar comercial (uma taxa interbancária + algumas taxas pelo serviço). Existem cartões em que a cotação do dólar costuma ser menos favorável (já ouvi queixas sobre o Amex).

Dolar paralelo não pode ser usado em nenhuma transação no Brasil, pois na teoria ele não existe legalmente.

Um abraço

Layana Peixoto disse...

Boa noite Rodrigo, muito bacana teu blog! A partir de agora, acompanharei sempre! Viajo muito no trecho Recife - Fortaleza, a passagem aumentou muito, agora é de R$ 291,00 o trecho mais taxas. Na promoção da TAM ainda encontro a R$ 79,50. Minha pergunta é a seguinte: Agosto é uma boa época para promoção ou ainda é alta temporada?!? Por favor, responda aqui no blog ou no meu email, que é layanapeixoto@uol.com.br. Muito obrigada!

Letícia Manchini disse...

Muito obrigada por sua ajuda, realmente me esclareceu alguns tópicos e vejo que vale a pena atentar a essa observação...
Muito obrigada

domingo, julho 20, 2008

Resumo da Semana

Promoção de vôos nacionais só nos programas de fidelidade Smiles e Fidelidade TAM.

Já Varig está com uma promoção para o vôo Rio de Janeiro/Santiago do Chile.

Como o post sobre cartões de crédito ficou recheado de dicas dos leitores, resolvi expandir um pouco mais o tema. A escolha de um cartão pode ser influenciada por outros fatores além do programa de recompensas do cartão. Outras vantagens como seguros e assistências podem pesar na decisão. Você já usou algum desses serviços adicionais? Se já não esqueça de deixar sua experiência na caixa de comentários deste post aqui.

A programada redução de vôos da TAP para o segundo semestre afetarão também os vôos com destino ao Brasil.

A Copa anunciou tarifas para o vôo Belo Horizonte/Miami via cidade do Panamá a ser operado a partir de agosto. Mas parece que além da TAM que deve operar vôos de Belo Horizonte para Miami via Rio de Janeiro, a Delta e a American solicitaram direitos para operar vôos entre Belo Horizonte e os Estados Unidos (Atlanta e Miami respectivamente). Ótimas conquistas para a nossa BH. Agora só falta melhorar a infra-estrutura da emigração e quem sabe ampliar o recentemente implantado duty free Shop do aeroporto de Confins.

Questionados por um leitor sobre a operação dos vôos da Pluna para Bariloche, fomos atrás da cia aérea e conseguimos esclarecer como anda a operação desse vôo e confirmar os planos de vôos para Belo Horizonte e Brasília ainda este ano, se o petróleo deixar, mediante uma resposta do diretor da Pluna para o Brasil, Gonzalo Mazzaferro.

A novela da Aerolineas evoluiu como esperado. O governo reestatizou a cia aérea. Agora só falta saber se anovela chega ao fim ou ainda vamos ter novos capítulos.

Para ganhar dinheiro, algumas cias americanas vão colocar propaganda nos cartões de embarque impressos pelo passageiro.

O noticiário não para de falar de aumento de preços. Fizemos uma pequena análise desse quadro e o impacto para o consumidor.

Comentários respondidos! Uma boa semana a todos!

4 comentários:

Letícia Manchini disse...

Boa noite Rodrigo!

Sou sua nova leitora e me descrevo como compulsiva por viagens, no momento atual estou me preparando para adquirir meu novo roteiro, e tenho uma dúvida pertinente. Uma colega minha que trabalha em uma agencia me informou que as passagens aéreas e pacote de cruzeiro tabelados em dólares, ao efetuar o pagamento é convertido para dólar turismo. Por favor me confirme esta informação, pois em sites como o Submarino a tarifa é a mesma da empresa aérea, parcelada em mais vezes,porem é convertida pelo dólar paralelo.

Atenciosamente e muito grata pelo blog,

Letícia Manchini
leticiapw@gmail.com

Rodrigo Purisch disse...

Letícia,

Essa questão de qual cotação é utilizada é sempre complexa.

Algumas agências ao venderem pacotes, cruzeiros, passes de trem, seguros saúde de viagem usam uma cotação baseada no dolar turismo anunciada diariamente pela operadora responsável pelos serviços. É muito importante perguntar ao agente qual a cotoação está sendo utilizada.

As passagens aéreas são convertidas usando uma cotação baseadas na taxa do dolar comercial, normalmente praticada pela cia aérea ou GDS. No caso de parcelamento no Brasil, a passagem é convertida em reais no dia da compra e as parcelas são fixas em reais. Comprando no exterior sua passagem (ou em sites baseados no exterior) a passagem é comprada convertida para dólares americanos e seu cartão converte para reais usando uma cotação baseada no dolar comercial (uma taxa interbancária + algumas taxas pelo serviço). Existem cartões em que a cotação do dólar costuma ser menos favorável (já ouvi queixas sobre o Amex).

Dolar paralelo não pode ser usado em nenhuma transação no Brasil, pois na teoria ele não existe legalmente.

Um abraço

Layana Peixoto disse...

Boa noite Rodrigo, muito bacana teu blog! A partir de agora, acompanharei sempre! Viajo muito no trecho Recife - Fortaleza, a passagem aumentou muito, agora é de R$ 291,00 o trecho mais taxas. Na promoção da TAM ainda encontro a R$ 79,50. Minha pergunta é a seguinte: Agosto é uma boa época para promoção ou ainda é alta temporada?!? Por favor, responda aqui no blog ou no meu email, que é layanapeixoto@uol.com.br. Muito obrigada!

Letícia Manchini disse...

Muito obrigada por sua ajuda, realmente me esclareceu alguns tópicos e vejo que vale a pena atentar a essa observação...
Muito obrigada

domingo, julho 20, 2008

Resumo da Semana

Promoção de vôos nacionais só nos programas de fidelidade Smiles e Fidelidade TAM.

Já Varig está com uma promoção para o vôo Rio de Janeiro/Santiago do Chile.

Como o post sobre cartões de crédito ficou recheado de dicas dos leitores, resolvi expandir um pouco mais o tema. A escolha de um cartão pode ser influenciada por outros fatores além do programa de recompensas do cartão. Outras vantagens como seguros e assistências podem pesar na decisão. Você já usou algum desses serviços adicionais? Se já não esqueça de deixar sua experiência na caixa de comentários deste post aqui.

A programada redução de vôos da TAP para o segundo semestre afetarão também os vôos com destino ao Brasil.

A Copa anunciou tarifas para o vôo Belo Horizonte/Miami via cidade do Panamá a ser operado a partir de agosto. Mas parece que além da TAM que deve operar vôos de Belo Horizonte para Miami via Rio de Janeiro, a Delta e a American solicitaram direitos para operar vôos entre Belo Horizonte e os Estados Unidos (Atlanta e Miami respectivamente). Ótimas conquistas para a nossa BH. Agora só falta melhorar a infra-estrutura da emigração e quem sabe ampliar o recentemente implantado duty free Shop do aeroporto de Confins.

Questionados por um leitor sobre a operação dos vôos da Pluna para Bariloche, fomos atrás da cia aérea e conseguimos esclarecer como anda a operação desse vôo e confirmar os planos de vôos para Belo Horizonte e Brasília ainda este ano, se o petróleo deixar, mediante uma resposta do diretor da Pluna para o Brasil, Gonzalo Mazzaferro.

A novela da Aerolineas evoluiu como esperado. O governo reestatizou a cia aérea. Agora só falta saber se anovela chega ao fim ou ainda vamos ter novos capítulos.

Para ganhar dinheiro, algumas cias americanas vão colocar propaganda nos cartões de embarque impressos pelo passageiro.

O noticiário não para de falar de aumento de preços. Fizemos uma pequena análise desse quadro e o impacto para o consumidor.

Comentários respondidos! Uma boa semana a todos!

4 comentários:

Letícia Manchini disse...

Boa noite Rodrigo!

Sou sua nova leitora e me descrevo como compulsiva por viagens, no momento atual estou me preparando para adquirir meu novo roteiro, e tenho uma dúvida pertinente. Uma colega minha que trabalha em uma agencia me informou que as passagens aéreas e pacote de cruzeiro tabelados em dólares, ao efetuar o pagamento é convertido para dólar turismo. Por favor me confirme esta informação, pois em sites como o Submarino a tarifa é a mesma da empresa aérea, parcelada em mais vezes,porem é convertida pelo dólar paralelo.

Atenciosamente e muito grata pelo blog,

Letícia Manchini
leticiapw@gmail.com

Rodrigo Purisch disse...

Letícia,

Essa questão de qual cotação é utilizada é sempre complexa.

Algumas agências ao venderem pacotes, cruzeiros, passes de trem, seguros saúde de viagem usam uma cotação baseada no dolar turismo anunciada diariamente pela operadora responsável pelos serviços. É muito importante perguntar ao agente qual a cotoação está sendo utilizada.

As passagens aéreas são convertidas usando uma cotação baseadas na taxa do dolar comercial, normalmente praticada pela cia aérea ou GDS. No caso de parcelamento no Brasil, a passagem é convertida em reais no dia da compra e as parcelas são fixas em reais. Comprando no exterior sua passagem (ou em sites baseados no exterior) a passagem é comprada convertida para dólares americanos e seu cartão converte para reais usando uma cotação baseada no dolar comercial (uma taxa interbancária + algumas taxas pelo serviço). Existem cartões em que a cotação do dólar costuma ser menos favorável (já ouvi queixas sobre o Amex).

Dolar paralelo não pode ser usado em nenhuma transação no Brasil, pois na teoria ele não existe legalmente.

Um abraço

Layana Peixoto disse...

Boa noite Rodrigo, muito bacana teu blog! A partir de agora, acompanharei sempre! Viajo muito no trecho Recife - Fortaleza, a passagem aumentou muito, agora é de R$ 291,00 o trecho mais taxas. Na promoção da TAM ainda encontro a R$ 79,50. Minha pergunta é a seguinte: Agosto é uma boa época para promoção ou ainda é alta temporada?!? Por favor, responda aqui no blog ou no meu email, que é layanapeixoto@uol.com.br. Muito obrigada!

Letícia Manchini disse...

Muito obrigada por sua ajuda, realmente me esclareceu alguns tópicos e vejo que vale a pena atentar a essa observação...
Muito obrigada