quinta-feira, outubro 02, 2008

Colômbia ou Minas Gerais? Bogotá ou Ouro Preto?



Seguido a indicação contida na cópia do Lonely Planet que comprei, fui tomar meu café da manha no café Puerta Falsa na calle 11 entre a carrera 6 e 7. É um café pequeno que existe desde 1816 (!) e conta um minúsculo balcão e uma pequeno mezanino com umas 5 mesas. Lá minha companheira de viagem pediu um chocolate Sanfereño completo e eu um daqueles enrolados de folha de bananeira que vi sobre as mesas dos demais comensais, conhecido como Tamale.



O chocolate Santafereño completo queria dizer um chocolate quente mais pão de sal e doce, manteiga e fatias de queijo frescal. Existia a opção de café com leite também. Já o Tamale era uma galinhada com milho (cozido de arroz com frango, especiarias e milho feito no vapor). Para acompanhar um suco de tangerina, ou mexerica (fala-se mixirica) como nós chamamos aqui em Minas.


Olhando mais de perto as opções expostas num balcão, vi doce de leite, doce de leite com coco, um doce de milho branco lembrando uma canjica, um doce de cidra e figos cristalizados, além de inúmeros queijos frescos (tipo minas). Nessa hora me perguntei se não estava em uma cidade histórica mineira. Faltava apenas feijão tropeiro, tutu de feijão e pudim de doce de leite, além de alguém falando uai e trem no meio da frase. Chique dimais, sô!

Por falar em Minas e cidades históricas, o Arnaldo Interata do blog Fatos e Fotos de Viagens, recém chegado do Japão, publicou recentemente um super guia sobre Ouro Preto . O guia é recheado de fotos padrão Arnaldo de qualidade. Aproveita e leia também os posts sobre o Japão, já que ele fez um Japan-Guide em português.

3 comentários:

Vivi disse...

A culinária mineira é realmente irresistível! Indico, como uma autêntica mineira, para quem busca este prazer gastronômico, bem como o refúgio de dias de relaxamento, uma ida ao Ouro Minas Grande Hotel de Araxá. Localiza-se no entorno de uma área de preservação ambiental, e oferece lazer para toda a família. Ressalte-se a impecável culinária oferecida aos hóspedes! Que além de pratos variados, oferece a mais típica culinária de Minas! E esta valorização à nossa cultura se evidencia pelo esforço do diretor de marketing Alexandre Campos Drumond.

javier disse...

Gostei muito do articulo.A culinaria mineira e uma delicia.
Obrigado pela informação.

Ana Lúcia Silva disse...

excelente post!

quinta-feira, outubro 02, 2008

Colômbia ou Minas Gerais? Bogotá ou Ouro Preto?



Seguido a indicação contida na cópia do Lonely Planet que comprei, fui tomar meu café da manha no café Puerta Falsa na calle 11 entre a carrera 6 e 7. É um café pequeno que existe desde 1816 (!) e conta um minúsculo balcão e uma pequeno mezanino com umas 5 mesas. Lá minha companheira de viagem pediu um chocolate Sanfereño completo e eu um daqueles enrolados de folha de bananeira que vi sobre as mesas dos demais comensais, conhecido como Tamale.



O chocolate Santafereño completo queria dizer um chocolate quente mais pão de sal e doce, manteiga e fatias de queijo frescal. Existia a opção de café com leite também. Já o Tamale era uma galinhada com milho (cozido de arroz com frango, especiarias e milho feito no vapor). Para acompanhar um suco de tangerina, ou mexerica (fala-se mixirica) como nós chamamos aqui em Minas.


Olhando mais de perto as opções expostas num balcão, vi doce de leite, doce de leite com coco, um doce de milho branco lembrando uma canjica, um doce de cidra e figos cristalizados, além de inúmeros queijos frescos (tipo minas). Nessa hora me perguntei se não estava em uma cidade histórica mineira. Faltava apenas feijão tropeiro, tutu de feijão e pudim de doce de leite, além de alguém falando uai e trem no meio da frase. Chique dimais, sô!

Por falar em Minas e cidades históricas, o Arnaldo Interata do blog Fatos e Fotos de Viagens, recém chegado do Japão, publicou recentemente um super guia sobre Ouro Preto . O guia é recheado de fotos padrão Arnaldo de qualidade. Aproveita e leia também os posts sobre o Japão, já que ele fez um Japan-Guide em português.

3 comentários:

Vivi disse...

A culinária mineira é realmente irresistível! Indico, como uma autêntica mineira, para quem busca este prazer gastronômico, bem como o refúgio de dias de relaxamento, uma ida ao Ouro Minas Grande Hotel de Araxá. Localiza-se no entorno de uma área de preservação ambiental, e oferece lazer para toda a família. Ressalte-se a impecável culinária oferecida aos hóspedes! Que além de pratos variados, oferece a mais típica culinária de Minas! E esta valorização à nossa cultura se evidencia pelo esforço do diretor de marketing Alexandre Campos Drumond.

javier disse...

Gostei muito do articulo.A culinaria mineira e uma delicia.
Obrigado pela informação.

Ana Lúcia Silva disse...

excelente post!

quinta-feira, outubro 02, 2008

Colômbia ou Minas Gerais? Bogotá ou Ouro Preto?



Seguido a indicação contida na cópia do Lonely Planet que comprei, fui tomar meu café da manha no café Puerta Falsa na calle 11 entre a carrera 6 e 7. É um café pequeno que existe desde 1816 (!) e conta um minúsculo balcão e uma pequeno mezanino com umas 5 mesas. Lá minha companheira de viagem pediu um chocolate Sanfereño completo e eu um daqueles enrolados de folha de bananeira que vi sobre as mesas dos demais comensais, conhecido como Tamale.



O chocolate Santafereño completo queria dizer um chocolate quente mais pão de sal e doce, manteiga e fatias de queijo frescal. Existia a opção de café com leite também. Já o Tamale era uma galinhada com milho (cozido de arroz com frango, especiarias e milho feito no vapor). Para acompanhar um suco de tangerina, ou mexerica (fala-se mixirica) como nós chamamos aqui em Minas.


Olhando mais de perto as opções expostas num balcão, vi doce de leite, doce de leite com coco, um doce de milho branco lembrando uma canjica, um doce de cidra e figos cristalizados, além de inúmeros queijos frescos (tipo minas). Nessa hora me perguntei se não estava em uma cidade histórica mineira. Faltava apenas feijão tropeiro, tutu de feijão e pudim de doce de leite, além de alguém falando uai e trem no meio da frase. Chique dimais, sô!

Por falar em Minas e cidades históricas, o Arnaldo Interata do blog Fatos e Fotos de Viagens, recém chegado do Japão, publicou recentemente um super guia sobre Ouro Preto . O guia é recheado de fotos padrão Arnaldo de qualidade. Aproveita e leia também os posts sobre o Japão, já que ele fez um Japan-Guide em português.

3 comentários:

Vivi disse...

A culinária mineira é realmente irresistível! Indico, como uma autêntica mineira, para quem busca este prazer gastronômico, bem como o refúgio de dias de relaxamento, uma ida ao Ouro Minas Grande Hotel de Araxá. Localiza-se no entorno de uma área de preservação ambiental, e oferece lazer para toda a família. Ressalte-se a impecável culinária oferecida aos hóspedes! Que além de pratos variados, oferece a mais típica culinária de Minas! E esta valorização à nossa cultura se evidencia pelo esforço do diretor de marketing Alexandre Campos Drumond.

javier disse...

Gostei muito do articulo.A culinaria mineira e uma delicia.
Obrigado pela informação.

Ana Lúcia Silva disse...

excelente post!