sábado, maio 05, 2007

Íntegra do Texto em Que Foi Baseado a Matéria da Viagem e Turismo: Parte III

Agora a terceira e última parte do texto que deu origem à matéria da Revista Viagem e Turismo em sua edição de maio.

Quais as maiores diferenças, vantagens e desvantagens entre os programas de fidelidade?

Sempre tive muita dificuldade em realizar comparativos entre programas de milhagem e isso se deve ao fato de que cada um desses programas tem muitas regras, mas muitas mesmo. Ao contrário do que pensa a maioria, as semelhanças entre os programas são restritas, até quando se faz um comparativo de programas parceiros de uma mesma aliança aérea.

Como nesse texto são comparados vários programas de fidelidade que possuem lógica própria, ou seja, não são associados à mesma aliança, o desafio foi maior e o seu cuidado na hora de escolher um desses programas deve ser redobrado. As regras usadas no comparativo são as válidas em 01/04/2007.

Veja as principais diferenças entre alguns dos programas disponíveis.
Click aqui para ampliar.



Principais Vantagens e Desvantagens. Click aqui para ampliar.




Milhas necessárias para emitir os prêmios mais econômicos saindo do Brasil.
Click aqui para ampliar.





Os programas de milhagem vêm sofrendo mudanças os últimos anos, quais as principais?

Durante a realização desse comparativo foram observadas algumas tendências. Vou descrever as principais abaixo:

Os programas têm criado uma nova modalidade de passagens prêmios, que possuem poucas ou nenhuma restrição para sua emissão, porém necessitam do uso de muito mais milhas para a emissão das mesmas. As passagens prêmios comuns estão sofrendo, cada dia mais, com restrições quanto à emissão. Algumas cias tem aumentado a antecedência para realizar as reservas desses prêmios, proibindo a emissão desses prêmios em determinadas épocas do ano ou cobrando taxas de emissão variáveis quanto mais próximo da data do vôo a passagem é emitida . Isso tudo sem contar que os associados aos programas de fidelidade, normalmente, não terem acesso ao número de assentos reservados em cada vôo para a emissão de passagens prêmio.

Consolida-se a existência de 2 tipos de milhas, as milhas comuns que podem ser convertidas em prêmios e as chamadas milhas status que qualificam o associado a atingir os níveis elite (níveis mais elevados) do programa. Essas últimas estão sendo restringidas as milhas efetivamente voadas e a uma porcentagem das milhas bônus obtidas em promoções ou ganhas voando nos vôos da(s) cia(s) proprietária(s) do programa de fidelidade.

O acúmulo de milhas está sendo limitado nas passagens com maiores descontos, sendo que várias cias não permitem acúmulo ou reduzem as milhas acumuladas em determinadas tarifas.

Há ainda uma tendência a incentivar o uso da Internet para a emissão das passagens prêmio, cobrando taxas pela emissão das mesmas via telefone. O problema é que muitos sites não permitem a emissão de passagens prêmio em todas as cias aéreas parceiras dos programas ou não possibilitam a realização de stopovers (paradas intermediárias) em passagens emitidas via Internet.

Uma tendência, mais recente, tem sido a de limitar a vida das milhas à movimentação da conta do programa de fidelidade. Por movimentação entende-se acúmulo de milhas em vôos, parceiros aéreos e não aéreos e cartões de crédito próprios, uso das milhas ou mesmo doação das mesmas. Além dessas formas de aumentar a validade das milhas, algumas cias têm permitido a revalidação das milhas mediante o pagamento de taxas. Cuidado, pois manter ou revalidar essas milhas pode acabar saindo caro se você usa pouco os serviços desses programas.

Qual o melhor programa de fidelidade/milhagem?

Qual é o melhor? Acho que a escolha deve ser feita de forma individualizada e baseada nas suas necessidades pessoais e tendo em mente as várias peculiaridades de cada plano de fidelidade analisado. Há muita chance do melhor plano para você não seja o melhor para o seu vizinho.

Dentre os programas das cias aéreas nacionais, o Fidelidade da TAM e o Smiles da Varig são muito úteis para aqueles que acumulam milhas em vôos dessas cias dentro da América do Sul e têm a intenção de utilizá-las em vôos dentro desses mesmos destinos. Porém, o Smiles pode sofrer mais mudanças após a compra da Varig pela GOL. Os demais planos são mais interessantes para quem realiza um maior número de vôos internacionais. Certo é que se o Fidelidade TAM tem suas virtudes e fãs, ele também tem muitas limitações que inclusive podem inviabilizar a inscrição de viajantes acostumados com as antigas regras do Smiles e da Star Alliance. A opção pelo acúmulo e emissão de passagens prêmio usando um número fixo de pontos de acordo com os trechos voados pelo Fidelidade TAM, ao contrário das milhas efetivamente voadas como fazem a maioria dos outros programas dificulta a comparação com os demais, além de ter resultados diverso para o associado dependendo das rotas usualmente voadas pelo mesmo.

A OceanAir anunciou o lançamento do seu programa de fidelidade, o Amigo, mas até o fechamento dessa edição as regras não estavam disponíveis no site. Ela está prometendo a criação de uma conta familiar, onde o titular e mais 4 familiares (companheiro e filhos) poderão acumular na mesma conta seus pontos. Um grande diferencial e que pode acelerar a obtenção de uma passagem prêmios, mas vamos esperar as regras.

Já me decidi por um programa de milhagem, o que fazer agora?

Caso você tenha encontrado algum programa que atenda suas necessidades, vá ao seu site e leia todas as regras do mesmo a fim de ter certeza que fez a escolha certa.

Em todos os sites é possível inscrever-se on-line.

Aadvantage/American Airlines:
http://www.aa.com.br/, (11) 4502-4000.

Amigo/OceanAir:
http://www.oceanair.com.br/,

Fidelidade/TAM:
http://www.tam.com.br/, 4002-5700 ou 0800-570 57 00.

Flying Blue / Air France-KLM:
http://www.airfrance.com.br/ , http://www.klm.com/, 4003-9955 ou 0800-888 99 55 para reserves. O Flying Blue possui atendimento em português (de Portugal) no 0800- 891 86 40.

Mileage Plus/United:
http://www.united.com.br/, 0800-16 23 23.

Miles & More/Lufhtansa e Swiss (entre outros):
http://www.lufthansa.com/, 4002-5800. http://www.miles-and-more.com/, 0800-891 59 85.

Smiles/Varig:
http://www.varig.com.br/, 4003-7000. http://www.smiles.com.br/, 4003-7001

Victoria/TAP:
http://www.tapportugal.com.br/, 0800-707 77 87. http://www.tapvictoria.com.br/ 0800-891 70 45

2 comentários:

Diogo disse...

Fala campeão!!!

Fiz um post sobre um Sushi aqui de POA, e te "hiperlinkei" numa parte que falava sobre o Japão.

Redireciona pro teu post de dicas para ir pra terra do sol nascente.

Abração, Diogo "Destemperado"

Paulo Sérgio Rocha disse...

Caro Rodrigo, parabéns pelo blog e pela matéria sobre os programas de fidelidade.

Como a Tam não divulga em seu site a existência de restrições para quem pretende adquirir vôos internacionais usando os pontos do Programa Fidelidade Tam e como também não divulga qual é o percentual de assentos destinado em cada vôo aos usuários do Programa Fidelidade, dirigi representação ao Ministério Público e aos órgão de defesa do consumidor do meu Estado. Fiz isso por reputar que essa falta de transparência da empresa agride o direito do consumidor à informação, além de violar vários dispositivos, inclusive criminais, do Código de Defesa do Consumidor (Lei 8.078/1990).

Paralelamente, ajuizei ação individual pedindo que, considerando não existir divulgação sobre a existência de restrições nem qual o alcance dessas restrições não divulgadas, fosse-me dado o acesso ao vôo que eu pretender sem qualquer impedimento no uso de meus pontos do Programa Fidelidade Tam. O processo ainda não foi julgado em definitivo mas a liminar em meu favor foi imediatamente deferida.

Quis fazer o registro dessa minha discreta vitória nesse importante blog que presta serviços relevantíssimos para os viajantes (sejam os que viajam sempre, sejam os viajantes ocasionais) porque, em um contexto como o brasileiro, no qual o mercado está dividido entre apenas duas empresas, a responsabilidade das companhias aéreas é enorme e agressões aos direitos dos consumidores precisam ser divulgadas e combatidas.

Um grande abraço e mais sucesso.

Paulo Sérgio Rocha

sábado, maio 05, 2007

Íntegra do Texto em Que Foi Baseado a Matéria da Viagem e Turismo: Parte III

Agora a terceira e última parte do texto que deu origem à matéria da Revista Viagem e Turismo em sua edição de maio.

Quais as maiores diferenças, vantagens e desvantagens entre os programas de fidelidade?

Sempre tive muita dificuldade em realizar comparativos entre programas de milhagem e isso se deve ao fato de que cada um desses programas tem muitas regras, mas muitas mesmo. Ao contrário do que pensa a maioria, as semelhanças entre os programas são restritas, até quando se faz um comparativo de programas parceiros de uma mesma aliança aérea.

Como nesse texto são comparados vários programas de fidelidade que possuem lógica própria, ou seja, não são associados à mesma aliança, o desafio foi maior e o seu cuidado na hora de escolher um desses programas deve ser redobrado. As regras usadas no comparativo são as válidas em 01/04/2007.

Veja as principais diferenças entre alguns dos programas disponíveis.
Click aqui para ampliar.



Principais Vantagens e Desvantagens. Click aqui para ampliar.




Milhas necessárias para emitir os prêmios mais econômicos saindo do Brasil.
Click aqui para ampliar.





Os programas de milhagem vêm sofrendo mudanças os últimos anos, quais as principais?

Durante a realização desse comparativo foram observadas algumas tendências. Vou descrever as principais abaixo:

Os programas têm criado uma nova modalidade de passagens prêmios, que possuem poucas ou nenhuma restrição para sua emissão, porém necessitam do uso de muito mais milhas para a emissão das mesmas. As passagens prêmios comuns estão sofrendo, cada dia mais, com restrições quanto à emissão. Algumas cias tem aumentado a antecedência para realizar as reservas desses prêmios, proibindo a emissão desses prêmios em determinadas épocas do ano ou cobrando taxas de emissão variáveis quanto mais próximo da data do vôo a passagem é emitida . Isso tudo sem contar que os associados aos programas de fidelidade, normalmente, não terem acesso ao número de assentos reservados em cada vôo para a emissão de passagens prêmio.

Consolida-se a existência de 2 tipos de milhas, as milhas comuns que podem ser convertidas em prêmios e as chamadas milhas status que qualificam o associado a atingir os níveis elite (níveis mais elevados) do programa. Essas últimas estão sendo restringidas as milhas efetivamente voadas e a uma porcentagem das milhas bônus obtidas em promoções ou ganhas voando nos vôos da(s) cia(s) proprietária(s) do programa de fidelidade.

O acúmulo de milhas está sendo limitado nas passagens com maiores descontos, sendo que várias cias não permitem acúmulo ou reduzem as milhas acumuladas em determinadas tarifas.

Há ainda uma tendência a incentivar o uso da Internet para a emissão das passagens prêmio, cobrando taxas pela emissão das mesmas via telefone. O problema é que muitos sites não permitem a emissão de passagens prêmio em todas as cias aéreas parceiras dos programas ou não possibilitam a realização de stopovers (paradas intermediárias) em passagens emitidas via Internet.

Uma tendência, mais recente, tem sido a de limitar a vida das milhas à movimentação da conta do programa de fidelidade. Por movimentação entende-se acúmulo de milhas em vôos, parceiros aéreos e não aéreos e cartões de crédito próprios, uso das milhas ou mesmo doação das mesmas. Além dessas formas de aumentar a validade das milhas, algumas cias têm permitido a revalidação das milhas mediante o pagamento de taxas. Cuidado, pois manter ou revalidar essas milhas pode acabar saindo caro se você usa pouco os serviços desses programas.

Qual o melhor programa de fidelidade/milhagem?

Qual é o melhor? Acho que a escolha deve ser feita de forma individualizada e baseada nas suas necessidades pessoais e tendo em mente as várias peculiaridades de cada plano de fidelidade analisado. Há muita chance do melhor plano para você não seja o melhor para o seu vizinho.

Dentre os programas das cias aéreas nacionais, o Fidelidade da TAM e o Smiles da Varig são muito úteis para aqueles que acumulam milhas em vôos dessas cias dentro da América do Sul e têm a intenção de utilizá-las em vôos dentro desses mesmos destinos. Porém, o Smiles pode sofrer mais mudanças após a compra da Varig pela GOL. Os demais planos são mais interessantes para quem realiza um maior número de vôos internacionais. Certo é que se o Fidelidade TAM tem suas virtudes e fãs, ele também tem muitas limitações que inclusive podem inviabilizar a inscrição de viajantes acostumados com as antigas regras do Smiles e da Star Alliance. A opção pelo acúmulo e emissão de passagens prêmio usando um número fixo de pontos de acordo com os trechos voados pelo Fidelidade TAM, ao contrário das milhas efetivamente voadas como fazem a maioria dos outros programas dificulta a comparação com os demais, além de ter resultados diverso para o associado dependendo das rotas usualmente voadas pelo mesmo.

A OceanAir anunciou o lançamento do seu programa de fidelidade, o Amigo, mas até o fechamento dessa edição as regras não estavam disponíveis no site. Ela está prometendo a criação de uma conta familiar, onde o titular e mais 4 familiares (companheiro e filhos) poderão acumular na mesma conta seus pontos. Um grande diferencial e que pode acelerar a obtenção de uma passagem prêmios, mas vamos esperar as regras.

Já me decidi por um programa de milhagem, o que fazer agora?

Caso você tenha encontrado algum programa que atenda suas necessidades, vá ao seu site e leia todas as regras do mesmo a fim de ter certeza que fez a escolha certa.

Em todos os sites é possível inscrever-se on-line.

Aadvantage/American Airlines:
http://www.aa.com.br/, (11) 4502-4000.

Amigo/OceanAir:
http://www.oceanair.com.br/,

Fidelidade/TAM:
http://www.tam.com.br/, 4002-5700 ou 0800-570 57 00.

Flying Blue / Air France-KLM:
http://www.airfrance.com.br/ , http://www.klm.com/, 4003-9955 ou 0800-888 99 55 para reserves. O Flying Blue possui atendimento em português (de Portugal) no 0800- 891 86 40.

Mileage Plus/United:
http://www.united.com.br/, 0800-16 23 23.

Miles & More/Lufhtansa e Swiss (entre outros):
http://www.lufthansa.com/, 4002-5800. http://www.miles-and-more.com/, 0800-891 59 85.

Smiles/Varig:
http://www.varig.com.br/, 4003-7000. http://www.smiles.com.br/, 4003-7001

Victoria/TAP:
http://www.tapportugal.com.br/, 0800-707 77 87. http://www.tapvictoria.com.br/ 0800-891 70 45

2 comentários:

Diogo disse...

Fala campeão!!!

Fiz um post sobre um Sushi aqui de POA, e te "hiperlinkei" numa parte que falava sobre o Japão.

Redireciona pro teu post de dicas para ir pra terra do sol nascente.

Abração, Diogo "Destemperado"

Paulo Sérgio Rocha disse...

Caro Rodrigo, parabéns pelo blog e pela matéria sobre os programas de fidelidade.

Como a Tam não divulga em seu site a existência de restrições para quem pretende adquirir vôos internacionais usando os pontos do Programa Fidelidade Tam e como também não divulga qual é o percentual de assentos destinado em cada vôo aos usuários do Programa Fidelidade, dirigi representação ao Ministério Público e aos órgão de defesa do consumidor do meu Estado. Fiz isso por reputar que essa falta de transparência da empresa agride o direito do consumidor à informação, além de violar vários dispositivos, inclusive criminais, do Código de Defesa do Consumidor (Lei 8.078/1990).

Paralelamente, ajuizei ação individual pedindo que, considerando não existir divulgação sobre a existência de restrições nem qual o alcance dessas restrições não divulgadas, fosse-me dado o acesso ao vôo que eu pretender sem qualquer impedimento no uso de meus pontos do Programa Fidelidade Tam. O processo ainda não foi julgado em definitivo mas a liminar em meu favor foi imediatamente deferida.

Quis fazer o registro dessa minha discreta vitória nesse importante blog que presta serviços relevantíssimos para os viajantes (sejam os que viajam sempre, sejam os viajantes ocasionais) porque, em um contexto como o brasileiro, no qual o mercado está dividido entre apenas duas empresas, a responsabilidade das companhias aéreas é enorme e agressões aos direitos dos consumidores precisam ser divulgadas e combatidas.

Um grande abraço e mais sucesso.

Paulo Sérgio Rocha

sábado, maio 05, 2007

Íntegra do Texto em Que Foi Baseado a Matéria da Viagem e Turismo: Parte III

Agora a terceira e última parte do texto que deu origem à matéria da Revista Viagem e Turismo em sua edição de maio.

Quais as maiores diferenças, vantagens e desvantagens entre os programas de fidelidade?

Sempre tive muita dificuldade em realizar comparativos entre programas de milhagem e isso se deve ao fato de que cada um desses programas tem muitas regras, mas muitas mesmo. Ao contrário do que pensa a maioria, as semelhanças entre os programas são restritas, até quando se faz um comparativo de programas parceiros de uma mesma aliança aérea.

Como nesse texto são comparados vários programas de fidelidade que possuem lógica própria, ou seja, não são associados à mesma aliança, o desafio foi maior e o seu cuidado na hora de escolher um desses programas deve ser redobrado. As regras usadas no comparativo são as válidas em 01/04/2007.

Veja as principais diferenças entre alguns dos programas disponíveis.
Click aqui para ampliar.



Principais Vantagens e Desvantagens. Click aqui para ampliar.




Milhas necessárias para emitir os prêmios mais econômicos saindo do Brasil.
Click aqui para ampliar.





Os programas de milhagem vêm sofrendo mudanças os últimos anos, quais as principais?

Durante a realização desse comparativo foram observadas algumas tendências. Vou descrever as principais abaixo:

Os programas têm criado uma nova modalidade de passagens prêmios, que possuem poucas ou nenhuma restrição para sua emissão, porém necessitam do uso de muito mais milhas para a emissão das mesmas. As passagens prêmios comuns estão sofrendo, cada dia mais, com restrições quanto à emissão. Algumas cias tem aumentado a antecedência para realizar as reservas desses prêmios, proibindo a emissão desses prêmios em determinadas épocas do ano ou cobrando taxas de emissão variáveis quanto mais próximo da data do vôo a passagem é emitida . Isso tudo sem contar que os associados aos programas de fidelidade, normalmente, não terem acesso ao número de assentos reservados em cada vôo para a emissão de passagens prêmio.

Consolida-se a existência de 2 tipos de milhas, as milhas comuns que podem ser convertidas em prêmios e as chamadas milhas status que qualificam o associado a atingir os níveis elite (níveis mais elevados) do programa. Essas últimas estão sendo restringidas as milhas efetivamente voadas e a uma porcentagem das milhas bônus obtidas em promoções ou ganhas voando nos vôos da(s) cia(s) proprietária(s) do programa de fidelidade.

O acúmulo de milhas está sendo limitado nas passagens com maiores descontos, sendo que várias cias não permitem acúmulo ou reduzem as milhas acumuladas em determinadas tarifas.

Há ainda uma tendência a incentivar o uso da Internet para a emissão das passagens prêmio, cobrando taxas pela emissão das mesmas via telefone. O problema é que muitos sites não permitem a emissão de passagens prêmio em todas as cias aéreas parceiras dos programas ou não possibilitam a realização de stopovers (paradas intermediárias) em passagens emitidas via Internet.

Uma tendência, mais recente, tem sido a de limitar a vida das milhas à movimentação da conta do programa de fidelidade. Por movimentação entende-se acúmulo de milhas em vôos, parceiros aéreos e não aéreos e cartões de crédito próprios, uso das milhas ou mesmo doação das mesmas. Além dessas formas de aumentar a validade das milhas, algumas cias têm permitido a revalidação das milhas mediante o pagamento de taxas. Cuidado, pois manter ou revalidar essas milhas pode acabar saindo caro se você usa pouco os serviços desses programas.

Qual o melhor programa de fidelidade/milhagem?

Qual é o melhor? Acho que a escolha deve ser feita de forma individualizada e baseada nas suas necessidades pessoais e tendo em mente as várias peculiaridades de cada plano de fidelidade analisado. Há muita chance do melhor plano para você não seja o melhor para o seu vizinho.

Dentre os programas das cias aéreas nacionais, o Fidelidade da TAM e o Smiles da Varig são muito úteis para aqueles que acumulam milhas em vôos dessas cias dentro da América do Sul e têm a intenção de utilizá-las em vôos dentro desses mesmos destinos. Porém, o Smiles pode sofrer mais mudanças após a compra da Varig pela GOL. Os demais planos são mais interessantes para quem realiza um maior número de vôos internacionais. Certo é que se o Fidelidade TAM tem suas virtudes e fãs, ele também tem muitas limitações que inclusive podem inviabilizar a inscrição de viajantes acostumados com as antigas regras do Smiles e da Star Alliance. A opção pelo acúmulo e emissão de passagens prêmio usando um número fixo de pontos de acordo com os trechos voados pelo Fidelidade TAM, ao contrário das milhas efetivamente voadas como fazem a maioria dos outros programas dificulta a comparação com os demais, além de ter resultados diverso para o associado dependendo das rotas usualmente voadas pelo mesmo.

A OceanAir anunciou o lançamento do seu programa de fidelidade, o Amigo, mas até o fechamento dessa edição as regras não estavam disponíveis no site. Ela está prometendo a criação de uma conta familiar, onde o titular e mais 4 familiares (companheiro e filhos) poderão acumular na mesma conta seus pontos. Um grande diferencial e que pode acelerar a obtenção de uma passagem prêmios, mas vamos esperar as regras.

Já me decidi por um programa de milhagem, o que fazer agora?

Caso você tenha encontrado algum programa que atenda suas necessidades, vá ao seu site e leia todas as regras do mesmo a fim de ter certeza que fez a escolha certa.

Em todos os sites é possível inscrever-se on-line.

Aadvantage/American Airlines:
http://www.aa.com.br/, (11) 4502-4000.

Amigo/OceanAir:
http://www.oceanair.com.br/,

Fidelidade/TAM:
http://www.tam.com.br/, 4002-5700 ou 0800-570 57 00.

Flying Blue / Air France-KLM:
http://www.airfrance.com.br/ , http://www.klm.com/, 4003-9955 ou 0800-888 99 55 para reserves. O Flying Blue possui atendimento em português (de Portugal) no 0800- 891 86 40.

Mileage Plus/United:
http://www.united.com.br/, 0800-16 23 23.

Miles & More/Lufhtansa e Swiss (entre outros):
http://www.lufthansa.com/, 4002-5800. http://www.miles-and-more.com/, 0800-891 59 85.

Smiles/Varig:
http://www.varig.com.br/, 4003-7000. http://www.smiles.com.br/, 4003-7001

Victoria/TAP:
http://www.tapportugal.com.br/, 0800-707 77 87. http://www.tapvictoria.com.br/ 0800-891 70 45

2 comentários:

Diogo disse...

Fala campeão!!!

Fiz um post sobre um Sushi aqui de POA, e te "hiperlinkei" numa parte que falava sobre o Japão.

Redireciona pro teu post de dicas para ir pra terra do sol nascente.

Abração, Diogo "Destemperado"

Paulo Sérgio Rocha disse...

Caro Rodrigo, parabéns pelo blog e pela matéria sobre os programas de fidelidade.

Como a Tam não divulga em seu site a existência de restrições para quem pretende adquirir vôos internacionais usando os pontos do Programa Fidelidade Tam e como também não divulga qual é o percentual de assentos destinado em cada vôo aos usuários do Programa Fidelidade, dirigi representação ao Ministério Público e aos órgão de defesa do consumidor do meu Estado. Fiz isso por reputar que essa falta de transparência da empresa agride o direito do consumidor à informação, além de violar vários dispositivos, inclusive criminais, do Código de Defesa do Consumidor (Lei 8.078/1990).

Paralelamente, ajuizei ação individual pedindo que, considerando não existir divulgação sobre a existência de restrições nem qual o alcance dessas restrições não divulgadas, fosse-me dado o acesso ao vôo que eu pretender sem qualquer impedimento no uso de meus pontos do Programa Fidelidade Tam. O processo ainda não foi julgado em definitivo mas a liminar em meu favor foi imediatamente deferida.

Quis fazer o registro dessa minha discreta vitória nesse importante blog que presta serviços relevantíssimos para os viajantes (sejam os que viajam sempre, sejam os viajantes ocasionais) porque, em um contexto como o brasileiro, no qual o mercado está dividido entre apenas duas empresas, a responsabilidade das companhias aéreas é enorme e agressões aos direitos dos consumidores precisam ser divulgadas e combatidas.

Um grande abraço e mais sucesso.

Paulo Sérgio Rocha