quarta-feira, agosto 08, 2007

Indo Além das 20.000 milhas/Pontos: Destino EUA e Europa

Atenção: Os valores citados aqui não incluem as taxas e adicionais (que podem aumentar muito preço final de uma tarifa), servem para mera referência e estão sujeitos a muita variabilidade. Não tome esses valores como verdade absoluta. Devido à complexidade do levantamento, não foram incluídas tarifas promocionais, tarifas restritas a Internet ou tarifas de cias low cost/baixo custo. Tarifas levantadas em agosto de 2007 no GDS SABRE.

Destino: EUA

Se você tem nos EUA o destino desejado então, use suas milhas/pontos para emitir uma passagem em direção a Caracas ou Bogotá ou Lima.

Saindo de São Paulo podem ser encontradas tarifas por volta de 900 a 1000 USD para Los Angeles e de 780 a 870 USD para Miami.

Saindo de Caracas é possível encontrar tarifas a partir de cerca de 370 a 430 USD para Los Angeles, por cerca de 390 a 440 USD para Miami.

Saindo de Bogotá é possível encontrar tarifas a partir de cerca de 430 a 500 USD para Los Angeles, por cerca de 460 a 500 USD para Miami.

Saindo de Lima é possível encontrar tarifas a partir de cerca de 560 a 610 USD para Los Angeles, por cerca de 320 a 420 USD para Miami. Nesse caso não esqueça de fazer uma busca na low cost americana
Spirit, que voa de Lima para Fort Laurendale (próximo a Miami) e costuma ter tarifas promocionais nessa rota.

Portanto, as melhores conexões foram Caracas para Los Angeles e Lima para Miami.

Destino: Europa

Se o destino é Europa, o uso de milhas na emissão de uma passagem para a América do Sul não tem um efeito tão importante na redução dos custos da sua viagem.

Os valores praticados no mercosul são muito semelhantes.

Tendo em mente que podem ser encontradas tarifas partindo de São Paulo para Madri por cerca de 880 a 940 USD, para Lisboa por volta de 930 a 1000 USD e para Paris por cerca de 890 a 950 USD, as diferenças tarifárias dentro do Mercosul e Chile são pequenas (de cerca de mais ou menos 70 dólares) e ás vezes para mais.

Já as tarifas praticadas em Caracas, Bogotá e Lima são inferiores as praticadas no Brasil. Essa diferença fica por volta de 150 a 300 USD para menos saindo desses destinos.

Se o destino for Madri, fique atento as tarifas saindo de Bogotá (de cerca de 560 a 720 USD) e de Lima (600 a 735 USD). Se você conseguir uma tarifa próxima ou inferior aos valores mínimos acima postados podem ser uma opção.

Não se esqueça, que na rota para Madri há uma boa concorrência e que é comum a existência de tarifas promocionais em vários países da América Latina
.

13 comentários:

Anônimo disse...

Olá Rodrigo! Parabéns pelo blog!!
Adorei as suas dicas sobre as milhagens!! Como eu nunca pensei nisso antes?!! rs
Aliás, o blog todo tem dicas muito boas!!
Tenho 20.000 milhas da Tam e gostaria de usá-las para ir aos EUA, porém não estou conseguindo "casar" os voos da Tam com os do destino.
A passagem mais barata da America do Sul para Orlando, FL é saindo de Lima, Peru. A Tam ainda não está permitindo usar o fidelidade neste trecho? Tem previsão de quando vai permitir?
Qual outra possibilidade que recomenda?
Por Bogotá também é em conta, mas a Tam não opera para este trecho.
Vi por Caracas mas a diferença de preço não está tão compensadora.
Você tem outra sugestão para me indicar?
Bom, vou continuar indo por este caminho. Tomara que a Tam volte logo a operar com o fidelidade de Lima. O preço é muito compensador.
Obrigada pelas idéias, dicas e sugestões!!
Fantásticas! :)
Giselle

Giselle disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Rodrigo Purisch disse...

Giselle,

Obrigado pelos elogios e por sua visita.

A TAM está em finalizando a implantação de uma cordo coma a LAN (que está demorando muito). Com esse acordo em vigor, vai ser possível ir para Lima e talvez Bogotá com a LAN Peru.

Fique de olho nos sites da Spirit (Lima/Fort Lauderdale (FLL) e da Jetblue que deve lançar Bogotá/Orlando nesse primeiro semestre. Mas cuidado com as franquias de bagagem e deixe um intervalo (no mínimo um dia por causa donosso caos) para as conexões.

Uma braço

Anônimo disse...

Olá Rodrigo,

Suas dicas são ótimas como sempre!

Só uma coisa...se a Tam não faz Lima nem Bogotá, que sugestão vc dá para ir de SP a essas cidades sem gastar muito?

Se não tiver outra alternativa, o melhor é esperar mesmo esse acordo fechar, né. Espero que saia looooogooo!! rs

Outra coisa, tentei usar o fidelidade GRU/Miami e vi que para esse ano não tem nada disponível!! Esse fidelidade da TAM é só pra usar mesmo para América do Sul, o resto, esquece!

Abraços
Giselle

(tem como apagar meu email que postei sem querer acima?)

Rodrigo Purisch disse...

Giselle,

Viajar dentro da Am. do Sul ainda é muito caro. Fora Buenos Aires para quem sai de São Paulo, os demais destinos são muito caros comprados com uma passagem para Miami por exemplo. Nesse destinos a boa política é usar as milhas.

Fora um promoção recente para Lima da GOl, Lan e Taca não tem jeito de chegar mais barato lá não.

Todo mundo está reclamando da emissão internacional de passagens prêmio com uso de milhas na TAM. São milhares acumulando 1000 pts por trecho nacional na TAM ( a Varig voa ainda para poucos destinos) e todo mundo querendo um lugar nos poucos vôos internacionais. Acho que só vai melhora quando a TAM entrar para uma aliança aérea e se puder emitir passagens em umnúmeoro maior de cias parceiras.

Um abraço

Rosanna Joanides disse...

Então a sugestão mais econômica é ir pra Lima e de lá pegar um Spirit Airlines pra Miami? Pelos meus calculos isso representaria um desconto de 827 $ da passagem mais barata que encontrei de Curitiba- Miami por 1274$ pela GOL. No fim uma ida e volta pela Spirit sairia por volta de 500$? algúem confirma?

Rodrigo Purisch disse...

Rosana,

As tarifas são dinâmicas. Você tem cotar de novo essas passagens agora. Os valores dependem da época que você quer ir.

faça umas cotações no ITA:
http://matrix.itasoftware.com/ Ele tem inclusive pesquisa flexível. Os preços dele já tem as taxas.

A Spirit voa de Lima para Fort Laurendale (proximo a Miami). os preços ficam melhores em promoções. Os preços das passagens de São Paulo para Lima caíram um pouco. De curitiba nem tanto

Com a queda dos preços das passagens para Buenos Aires e Montevideo, pode ser uma boa associar CWB/BUE e BUE/MIA.

Essa estratégia de associar funciona melhor com milhas do que comprando as duas passagens.

Um abraço

Cristiano De Angelis disse...

Rodrigo,
Parábens pelas dicas e por sua grande experiência. Realmente, estou impressionado !

Bem, tenho passaporte italiano e nao preciso visto, mas queria saber como funciona a ida para os EUA ou Canadá por Bogotá ou Costa Rica e depois a volta do Canadá ou EUA para o Brasil, via Costa Rica ou Bogotá. A questão do visto, do uso de milhas, de quantos dias em cada lugar...

A idéia inicial seria:

SP – BOGOTÁ ( VARIG) ou Costa Rica ( via TACA) - Fort Laurendale (proximo a Miami) via Spirit ou Jet blue - NY – Washington – Toronto – Montreal - Costa Rica - SP via TACA ou Bogotá via Varig.

Pensei em ficar 5 dias em cada uma das cidades !

Obrigado,

Cristiano

Rodrigo Purisch disse...

Cristiano,

Obrigado pelos elogios.

Essa estrátegia depende da cia que você vai usar:

Varig = 20.000 milhas nos trechos dentro da América do Sul.

TACA= 35.000 milhas Am Central/Brasil

essa estratégia é interessante para quem já tem milhas na Taca ou Varig. Usa-se essas milhas para emitir uma passagem até o ponto intermediário. desse ponto intermediário compra-se uma passagem em uma low cost (numa das diversas promoções) ou em uma cia tradicional e se vai até o ponto final.

Mas se você não tiver milhas essa estratégia pode ficar mais cara. Não tendo milhas o negócio seria comprar uam passagem da TACA com diretio a fazer uma parada na Am. central mas com destino final uma cidade dos EUA ou Canadá.

O Visto você terá que ver país a pais. Consulte esse site tanto para Brasileiros como para Italianos:

http://us.flyasiana.com/Global/US/en/homepage?fid=INFO14510

Lembre-se de que quando se associa passagens de cias aéreas diferentes devemos deixar um intervalo bom entre os vôos. recomendo pelo menos 24hs, já que se uma cia atrsar seu vôo ela não será responsável pela perda do seguinte.

quanto ao roteiro faça uma pergunta na seção dicas de viagens do Viaje na Viagem:
http://viajeaqui.abril.com.br/indices/conteudo/blog/viaje-na-viagem.shtml

Um abraço

Anônimo disse...

Cristiano: Sugiro que caso possível você escolha a Taca direto para a Costa Rica de onde saem voos mais frequentes pra Fort Laurendale. Eu tenho um roteiro pronto já que vou fazer no fim do ano e pensei em compartilhar com você. Minha viagem começa em Bogotá (milhas da Varig) de onde vou pegar um LAN pra Miami por 430$. De Miami vou a NY por 130$ pela Spirit, passar o Natal e o ano novo, e ainda pegar um ônibus e conhecer o Leste do Canadá...Depois vou pegar um outro Spirit pra Cancun e vou descer durante 50 dias conhecendo Belize, Guatemala, etc até o Panamá... Daí achei um voo por 180$ por uma companhia Colombiana que faz Panamá-Bogotá... Dai eu volto pra casa...

Rodrigo Purisch disse...

Joka,

Sua viagem merece um blog!

Um abraço

Esperança disse...

Gostei muito de suas dicas e acredite estou indo dia 01/7 GRU/LIM com TAM/LAN e sigo p ft. Lauderdale na cara e coragem com a pela primeira vez com a spirit seguindo exatamente o sugerido no seu blog, fiz uma economia de pelo menos USD 1000 e espero q o barato não saia caro!! Mas sou otimista e acredito q vai ser tudo de bom! Quero saber como é a imigração no Peru e em Ft. Lauderdale já q sempre vou por Miami. Obrigada pelas dicas e tudo d melhor para os viajantes de plantão

Rodrigo Purisch disse...

Daniella,

Se voc� puder deixar suas experiencias por aqui ficarei grato. Boa sorte e uma �tima viagem.

O Aeroporto de Ft Lauderdale n�o � uma maravilha n�o. O de Miami j� n�o �... mas n�o deve ser pior do que vivemos aqui no Brasil. Toda economia tem um pre�o, como dizem nos EUA "you have what you pay for it"...

quarta-feira, agosto 08, 2007

Indo Além das 20.000 milhas/Pontos: Destino EUA e Europa

Atenção: Os valores citados aqui não incluem as taxas e adicionais (que podem aumentar muito preço final de uma tarifa), servem para mera referência e estão sujeitos a muita variabilidade. Não tome esses valores como verdade absoluta. Devido à complexidade do levantamento, não foram incluídas tarifas promocionais, tarifas restritas a Internet ou tarifas de cias low cost/baixo custo. Tarifas levantadas em agosto de 2007 no GDS SABRE.

Destino: EUA

Se você tem nos EUA o destino desejado então, use suas milhas/pontos para emitir uma passagem em direção a Caracas ou Bogotá ou Lima.

Saindo de São Paulo podem ser encontradas tarifas por volta de 900 a 1000 USD para Los Angeles e de 780 a 870 USD para Miami.

Saindo de Caracas é possível encontrar tarifas a partir de cerca de 370 a 430 USD para Los Angeles, por cerca de 390 a 440 USD para Miami.

Saindo de Bogotá é possível encontrar tarifas a partir de cerca de 430 a 500 USD para Los Angeles, por cerca de 460 a 500 USD para Miami.

Saindo de Lima é possível encontrar tarifas a partir de cerca de 560 a 610 USD para Los Angeles, por cerca de 320 a 420 USD para Miami. Nesse caso não esqueça de fazer uma busca na low cost americana
Spirit, que voa de Lima para Fort Laurendale (próximo a Miami) e costuma ter tarifas promocionais nessa rota.

Portanto, as melhores conexões foram Caracas para Los Angeles e Lima para Miami.

Destino: Europa

Se o destino é Europa, o uso de milhas na emissão de uma passagem para a América do Sul não tem um efeito tão importante na redução dos custos da sua viagem.

Os valores praticados no mercosul são muito semelhantes.

Tendo em mente que podem ser encontradas tarifas partindo de São Paulo para Madri por cerca de 880 a 940 USD, para Lisboa por volta de 930 a 1000 USD e para Paris por cerca de 890 a 950 USD, as diferenças tarifárias dentro do Mercosul e Chile são pequenas (de cerca de mais ou menos 70 dólares) e ás vezes para mais.

Já as tarifas praticadas em Caracas, Bogotá e Lima são inferiores as praticadas no Brasil. Essa diferença fica por volta de 150 a 300 USD para menos saindo desses destinos.

Se o destino for Madri, fique atento as tarifas saindo de Bogotá (de cerca de 560 a 720 USD) e de Lima (600 a 735 USD). Se você conseguir uma tarifa próxima ou inferior aos valores mínimos acima postados podem ser uma opção.

Não se esqueça, que na rota para Madri há uma boa concorrência e que é comum a existência de tarifas promocionais em vários países da América Latina
.

13 comentários:

Anônimo disse...

Olá Rodrigo! Parabéns pelo blog!!
Adorei as suas dicas sobre as milhagens!! Como eu nunca pensei nisso antes?!! rs
Aliás, o blog todo tem dicas muito boas!!
Tenho 20.000 milhas da Tam e gostaria de usá-las para ir aos EUA, porém não estou conseguindo "casar" os voos da Tam com os do destino.
A passagem mais barata da America do Sul para Orlando, FL é saindo de Lima, Peru. A Tam ainda não está permitindo usar o fidelidade neste trecho? Tem previsão de quando vai permitir?
Qual outra possibilidade que recomenda?
Por Bogotá também é em conta, mas a Tam não opera para este trecho.
Vi por Caracas mas a diferença de preço não está tão compensadora.
Você tem outra sugestão para me indicar?
Bom, vou continuar indo por este caminho. Tomara que a Tam volte logo a operar com o fidelidade de Lima. O preço é muito compensador.
Obrigada pelas idéias, dicas e sugestões!!
Fantásticas! :)
Giselle

Giselle disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Rodrigo Purisch disse...

Giselle,

Obrigado pelos elogios e por sua visita.

A TAM está em finalizando a implantação de uma cordo coma a LAN (que está demorando muito). Com esse acordo em vigor, vai ser possível ir para Lima e talvez Bogotá com a LAN Peru.

Fique de olho nos sites da Spirit (Lima/Fort Lauderdale (FLL) e da Jetblue que deve lançar Bogotá/Orlando nesse primeiro semestre. Mas cuidado com as franquias de bagagem e deixe um intervalo (no mínimo um dia por causa donosso caos) para as conexões.

Uma braço

Anônimo disse...

Olá Rodrigo,

Suas dicas são ótimas como sempre!

Só uma coisa...se a Tam não faz Lima nem Bogotá, que sugestão vc dá para ir de SP a essas cidades sem gastar muito?

Se não tiver outra alternativa, o melhor é esperar mesmo esse acordo fechar, né. Espero que saia looooogooo!! rs

Outra coisa, tentei usar o fidelidade GRU/Miami e vi que para esse ano não tem nada disponível!! Esse fidelidade da TAM é só pra usar mesmo para América do Sul, o resto, esquece!

Abraços
Giselle

(tem como apagar meu email que postei sem querer acima?)

Rodrigo Purisch disse...

Giselle,

Viajar dentro da Am. do Sul ainda é muito caro. Fora Buenos Aires para quem sai de São Paulo, os demais destinos são muito caros comprados com uma passagem para Miami por exemplo. Nesse destinos a boa política é usar as milhas.

Fora um promoção recente para Lima da GOl, Lan e Taca não tem jeito de chegar mais barato lá não.

Todo mundo está reclamando da emissão internacional de passagens prêmio com uso de milhas na TAM. São milhares acumulando 1000 pts por trecho nacional na TAM ( a Varig voa ainda para poucos destinos) e todo mundo querendo um lugar nos poucos vôos internacionais. Acho que só vai melhora quando a TAM entrar para uma aliança aérea e se puder emitir passagens em umnúmeoro maior de cias parceiras.

Um abraço

Rosanna Joanides disse...

Então a sugestão mais econômica é ir pra Lima e de lá pegar um Spirit Airlines pra Miami? Pelos meus calculos isso representaria um desconto de 827 $ da passagem mais barata que encontrei de Curitiba- Miami por 1274$ pela GOL. No fim uma ida e volta pela Spirit sairia por volta de 500$? algúem confirma?

Rodrigo Purisch disse...

Rosana,

As tarifas são dinâmicas. Você tem cotar de novo essas passagens agora. Os valores dependem da época que você quer ir.

faça umas cotações no ITA:
http://matrix.itasoftware.com/ Ele tem inclusive pesquisa flexível. Os preços dele já tem as taxas.

A Spirit voa de Lima para Fort Laurendale (proximo a Miami). os preços ficam melhores em promoções. Os preços das passagens de São Paulo para Lima caíram um pouco. De curitiba nem tanto

Com a queda dos preços das passagens para Buenos Aires e Montevideo, pode ser uma boa associar CWB/BUE e BUE/MIA.

Essa estratégia de associar funciona melhor com milhas do que comprando as duas passagens.

Um abraço

Cristiano De Angelis disse...

Rodrigo,
Parábens pelas dicas e por sua grande experiência. Realmente, estou impressionado !

Bem, tenho passaporte italiano e nao preciso visto, mas queria saber como funciona a ida para os EUA ou Canadá por Bogotá ou Costa Rica e depois a volta do Canadá ou EUA para o Brasil, via Costa Rica ou Bogotá. A questão do visto, do uso de milhas, de quantos dias em cada lugar...

A idéia inicial seria:

SP – BOGOTÁ ( VARIG) ou Costa Rica ( via TACA) - Fort Laurendale (proximo a Miami) via Spirit ou Jet blue - NY – Washington – Toronto – Montreal - Costa Rica - SP via TACA ou Bogotá via Varig.

Pensei em ficar 5 dias em cada uma das cidades !

Obrigado,

Cristiano

Rodrigo Purisch disse...

Cristiano,

Obrigado pelos elogios.

Essa estrátegia depende da cia que você vai usar:

Varig = 20.000 milhas nos trechos dentro da América do Sul.

TACA= 35.000 milhas Am Central/Brasil

essa estratégia é interessante para quem já tem milhas na Taca ou Varig. Usa-se essas milhas para emitir uma passagem até o ponto intermediário. desse ponto intermediário compra-se uma passagem em uma low cost (numa das diversas promoções) ou em uma cia tradicional e se vai até o ponto final.

Mas se você não tiver milhas essa estratégia pode ficar mais cara. Não tendo milhas o negócio seria comprar uam passagem da TACA com diretio a fazer uma parada na Am. central mas com destino final uma cidade dos EUA ou Canadá.

O Visto você terá que ver país a pais. Consulte esse site tanto para Brasileiros como para Italianos:

http://us.flyasiana.com/Global/US/en/homepage?fid=INFO14510

Lembre-se de que quando se associa passagens de cias aéreas diferentes devemos deixar um intervalo bom entre os vôos. recomendo pelo menos 24hs, já que se uma cia atrsar seu vôo ela não será responsável pela perda do seguinte.

quanto ao roteiro faça uma pergunta na seção dicas de viagens do Viaje na Viagem:
http://viajeaqui.abril.com.br/indices/conteudo/blog/viaje-na-viagem.shtml

Um abraço

Anônimo disse...

Cristiano: Sugiro que caso possível você escolha a Taca direto para a Costa Rica de onde saem voos mais frequentes pra Fort Laurendale. Eu tenho um roteiro pronto já que vou fazer no fim do ano e pensei em compartilhar com você. Minha viagem começa em Bogotá (milhas da Varig) de onde vou pegar um LAN pra Miami por 430$. De Miami vou a NY por 130$ pela Spirit, passar o Natal e o ano novo, e ainda pegar um ônibus e conhecer o Leste do Canadá...Depois vou pegar um outro Spirit pra Cancun e vou descer durante 50 dias conhecendo Belize, Guatemala, etc até o Panamá... Daí achei um voo por 180$ por uma companhia Colombiana que faz Panamá-Bogotá... Dai eu volto pra casa...

Rodrigo Purisch disse...

Joka,

Sua viagem merece um blog!

Um abraço

Esperança disse...

Gostei muito de suas dicas e acredite estou indo dia 01/7 GRU/LIM com TAM/LAN e sigo p ft. Lauderdale na cara e coragem com a pela primeira vez com a spirit seguindo exatamente o sugerido no seu blog, fiz uma economia de pelo menos USD 1000 e espero q o barato não saia caro!! Mas sou otimista e acredito q vai ser tudo de bom! Quero saber como é a imigração no Peru e em Ft. Lauderdale já q sempre vou por Miami. Obrigada pelas dicas e tudo d melhor para os viajantes de plantão

Rodrigo Purisch disse...

Daniella,

Se voc� puder deixar suas experiencias por aqui ficarei grato. Boa sorte e uma �tima viagem.

O Aeroporto de Ft Lauderdale n�o � uma maravilha n�o. O de Miami j� n�o �... mas n�o deve ser pior do que vivemos aqui no Brasil. Toda economia tem um pre�o, como dizem nos EUA "you have what you pay for it"...

quarta-feira, agosto 08, 2007

Indo Além das 20.000 milhas/Pontos: Destino EUA e Europa

Atenção: Os valores citados aqui não incluem as taxas e adicionais (que podem aumentar muito preço final de uma tarifa), servem para mera referência e estão sujeitos a muita variabilidade. Não tome esses valores como verdade absoluta. Devido à complexidade do levantamento, não foram incluídas tarifas promocionais, tarifas restritas a Internet ou tarifas de cias low cost/baixo custo. Tarifas levantadas em agosto de 2007 no GDS SABRE.

Destino: EUA

Se você tem nos EUA o destino desejado então, use suas milhas/pontos para emitir uma passagem em direção a Caracas ou Bogotá ou Lima.

Saindo de São Paulo podem ser encontradas tarifas por volta de 900 a 1000 USD para Los Angeles e de 780 a 870 USD para Miami.

Saindo de Caracas é possível encontrar tarifas a partir de cerca de 370 a 430 USD para Los Angeles, por cerca de 390 a 440 USD para Miami.

Saindo de Bogotá é possível encontrar tarifas a partir de cerca de 430 a 500 USD para Los Angeles, por cerca de 460 a 500 USD para Miami.

Saindo de Lima é possível encontrar tarifas a partir de cerca de 560 a 610 USD para Los Angeles, por cerca de 320 a 420 USD para Miami. Nesse caso não esqueça de fazer uma busca na low cost americana
Spirit, que voa de Lima para Fort Laurendale (próximo a Miami) e costuma ter tarifas promocionais nessa rota.

Portanto, as melhores conexões foram Caracas para Los Angeles e Lima para Miami.

Destino: Europa

Se o destino é Europa, o uso de milhas na emissão de uma passagem para a América do Sul não tem um efeito tão importante na redução dos custos da sua viagem.

Os valores praticados no mercosul são muito semelhantes.

Tendo em mente que podem ser encontradas tarifas partindo de São Paulo para Madri por cerca de 880 a 940 USD, para Lisboa por volta de 930 a 1000 USD e para Paris por cerca de 890 a 950 USD, as diferenças tarifárias dentro do Mercosul e Chile são pequenas (de cerca de mais ou menos 70 dólares) e ás vezes para mais.

Já as tarifas praticadas em Caracas, Bogotá e Lima são inferiores as praticadas no Brasil. Essa diferença fica por volta de 150 a 300 USD para menos saindo desses destinos.

Se o destino for Madri, fique atento as tarifas saindo de Bogotá (de cerca de 560 a 720 USD) e de Lima (600 a 735 USD). Se você conseguir uma tarifa próxima ou inferior aos valores mínimos acima postados podem ser uma opção.

Não se esqueça, que na rota para Madri há uma boa concorrência e que é comum a existência de tarifas promocionais em vários países da América Latina
.

13 comentários:

Anônimo disse...

Olá Rodrigo! Parabéns pelo blog!!
Adorei as suas dicas sobre as milhagens!! Como eu nunca pensei nisso antes?!! rs
Aliás, o blog todo tem dicas muito boas!!
Tenho 20.000 milhas da Tam e gostaria de usá-las para ir aos EUA, porém não estou conseguindo "casar" os voos da Tam com os do destino.
A passagem mais barata da America do Sul para Orlando, FL é saindo de Lima, Peru. A Tam ainda não está permitindo usar o fidelidade neste trecho? Tem previsão de quando vai permitir?
Qual outra possibilidade que recomenda?
Por Bogotá também é em conta, mas a Tam não opera para este trecho.
Vi por Caracas mas a diferença de preço não está tão compensadora.
Você tem outra sugestão para me indicar?
Bom, vou continuar indo por este caminho. Tomara que a Tam volte logo a operar com o fidelidade de Lima. O preço é muito compensador.
Obrigada pelas idéias, dicas e sugestões!!
Fantásticas! :)
Giselle

Giselle disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Rodrigo Purisch disse...

Giselle,

Obrigado pelos elogios e por sua visita.

A TAM está em finalizando a implantação de uma cordo coma a LAN (que está demorando muito). Com esse acordo em vigor, vai ser possível ir para Lima e talvez Bogotá com a LAN Peru.

Fique de olho nos sites da Spirit (Lima/Fort Lauderdale (FLL) e da Jetblue que deve lançar Bogotá/Orlando nesse primeiro semestre. Mas cuidado com as franquias de bagagem e deixe um intervalo (no mínimo um dia por causa donosso caos) para as conexões.

Uma braço

Anônimo disse...

Olá Rodrigo,

Suas dicas são ótimas como sempre!

Só uma coisa...se a Tam não faz Lima nem Bogotá, que sugestão vc dá para ir de SP a essas cidades sem gastar muito?

Se não tiver outra alternativa, o melhor é esperar mesmo esse acordo fechar, né. Espero que saia looooogooo!! rs

Outra coisa, tentei usar o fidelidade GRU/Miami e vi que para esse ano não tem nada disponível!! Esse fidelidade da TAM é só pra usar mesmo para América do Sul, o resto, esquece!

Abraços
Giselle

(tem como apagar meu email que postei sem querer acima?)

Rodrigo Purisch disse...

Giselle,

Viajar dentro da Am. do Sul ainda é muito caro. Fora Buenos Aires para quem sai de São Paulo, os demais destinos são muito caros comprados com uma passagem para Miami por exemplo. Nesse destinos a boa política é usar as milhas.

Fora um promoção recente para Lima da GOl, Lan e Taca não tem jeito de chegar mais barato lá não.

Todo mundo está reclamando da emissão internacional de passagens prêmio com uso de milhas na TAM. São milhares acumulando 1000 pts por trecho nacional na TAM ( a Varig voa ainda para poucos destinos) e todo mundo querendo um lugar nos poucos vôos internacionais. Acho que só vai melhora quando a TAM entrar para uma aliança aérea e se puder emitir passagens em umnúmeoro maior de cias parceiras.

Um abraço

Rosanna Joanides disse...

Então a sugestão mais econômica é ir pra Lima e de lá pegar um Spirit Airlines pra Miami? Pelos meus calculos isso representaria um desconto de 827 $ da passagem mais barata que encontrei de Curitiba- Miami por 1274$ pela GOL. No fim uma ida e volta pela Spirit sairia por volta de 500$? algúem confirma?

Rodrigo Purisch disse...

Rosana,

As tarifas são dinâmicas. Você tem cotar de novo essas passagens agora. Os valores dependem da época que você quer ir.

faça umas cotações no ITA:
http://matrix.itasoftware.com/ Ele tem inclusive pesquisa flexível. Os preços dele já tem as taxas.

A Spirit voa de Lima para Fort Laurendale (proximo a Miami). os preços ficam melhores em promoções. Os preços das passagens de São Paulo para Lima caíram um pouco. De curitiba nem tanto

Com a queda dos preços das passagens para Buenos Aires e Montevideo, pode ser uma boa associar CWB/BUE e BUE/MIA.

Essa estratégia de associar funciona melhor com milhas do que comprando as duas passagens.

Um abraço

Cristiano De Angelis disse...

Rodrigo,
Parábens pelas dicas e por sua grande experiência. Realmente, estou impressionado !

Bem, tenho passaporte italiano e nao preciso visto, mas queria saber como funciona a ida para os EUA ou Canadá por Bogotá ou Costa Rica e depois a volta do Canadá ou EUA para o Brasil, via Costa Rica ou Bogotá. A questão do visto, do uso de milhas, de quantos dias em cada lugar...

A idéia inicial seria:

SP – BOGOTÁ ( VARIG) ou Costa Rica ( via TACA) - Fort Laurendale (proximo a Miami) via Spirit ou Jet blue - NY – Washington – Toronto – Montreal - Costa Rica - SP via TACA ou Bogotá via Varig.

Pensei em ficar 5 dias em cada uma das cidades !

Obrigado,

Cristiano

Rodrigo Purisch disse...

Cristiano,

Obrigado pelos elogios.

Essa estrátegia depende da cia que você vai usar:

Varig = 20.000 milhas nos trechos dentro da América do Sul.

TACA= 35.000 milhas Am Central/Brasil

essa estratégia é interessante para quem já tem milhas na Taca ou Varig. Usa-se essas milhas para emitir uma passagem até o ponto intermediário. desse ponto intermediário compra-se uma passagem em uma low cost (numa das diversas promoções) ou em uma cia tradicional e se vai até o ponto final.

Mas se você não tiver milhas essa estratégia pode ficar mais cara. Não tendo milhas o negócio seria comprar uam passagem da TACA com diretio a fazer uma parada na Am. central mas com destino final uma cidade dos EUA ou Canadá.

O Visto você terá que ver país a pais. Consulte esse site tanto para Brasileiros como para Italianos:

http://us.flyasiana.com/Global/US/en/homepage?fid=INFO14510

Lembre-se de que quando se associa passagens de cias aéreas diferentes devemos deixar um intervalo bom entre os vôos. recomendo pelo menos 24hs, já que se uma cia atrsar seu vôo ela não será responsável pela perda do seguinte.

quanto ao roteiro faça uma pergunta na seção dicas de viagens do Viaje na Viagem:
http://viajeaqui.abril.com.br/indices/conteudo/blog/viaje-na-viagem.shtml

Um abraço

Anônimo disse...

Cristiano: Sugiro que caso possível você escolha a Taca direto para a Costa Rica de onde saem voos mais frequentes pra Fort Laurendale. Eu tenho um roteiro pronto já que vou fazer no fim do ano e pensei em compartilhar com você. Minha viagem começa em Bogotá (milhas da Varig) de onde vou pegar um LAN pra Miami por 430$. De Miami vou a NY por 130$ pela Spirit, passar o Natal e o ano novo, e ainda pegar um ônibus e conhecer o Leste do Canadá...Depois vou pegar um outro Spirit pra Cancun e vou descer durante 50 dias conhecendo Belize, Guatemala, etc até o Panamá... Daí achei um voo por 180$ por uma companhia Colombiana que faz Panamá-Bogotá... Dai eu volto pra casa...

Rodrigo Purisch disse...

Joka,

Sua viagem merece um blog!

Um abraço

Esperança disse...

Gostei muito de suas dicas e acredite estou indo dia 01/7 GRU/LIM com TAM/LAN e sigo p ft. Lauderdale na cara e coragem com a pela primeira vez com a spirit seguindo exatamente o sugerido no seu blog, fiz uma economia de pelo menos USD 1000 e espero q o barato não saia caro!! Mas sou otimista e acredito q vai ser tudo de bom! Quero saber como é a imigração no Peru e em Ft. Lauderdale já q sempre vou por Miami. Obrigada pelas dicas e tudo d melhor para os viajantes de plantão

Rodrigo Purisch disse...

Daniella,

Se voc� puder deixar suas experiencias por aqui ficarei grato. Boa sorte e uma �tima viagem.

O Aeroporto de Ft Lauderdale n�o � uma maravilha n�o. O de Miami j� n�o �... mas n�o deve ser pior do que vivemos aqui no Brasil. Toda economia tem um pre�o, como dizem nos EUA "you have what you pay for it"...