quarta-feira, maio 02, 2007

Como Planejar e Comprar Sua Viagem Pela Internet: 11 Montagem das Malas

Leve sempre o menor número de malas, com menor peso possível e compatível com seu dono. Isto facilitará seu deslocamento e a vigilância das mesmas.

Escolha peças-chave que possam montar diversas combinações. Reduza ao máximo os sapatos e dê preferência aos mais confortáveis, pois geralmente é andando que se conhece um lugar novo. Se vai a algum lugar quente leve sempre uma blusa de frio fina (ela pode te salvar do frio polar do avião ou de um revés climático). Se vai a algum lugar frio leve uma malha mais fina e uma roupa de banho, quem sabe você poderá ser vítima de um revés climático ou convidado a ir a algum spa / fonte termal.

Leve um kit de primeiros-socorros e suas medicações de uso constante. Procure seu médico e pergunte sobre medicamentos úteis ao leigo durante uma viagem.

Embale bem seus xampus, bronzeadores, perfumes, etc, pois eles podem vazar durante o vôo e durante manipulação cuidadosa da sua mala pelo pessoal de terra dos aeroportos.

Muito útil é embalar em sacos plásticos, um a um, aquelas roupas que você teria mais dificuldade de passar durante a viagem. Os sacos reduzem o atrito dessas roupas com as demais, reduzindo o amasso das mesmas.

Leve alguns sacos extras, podem ser úteis.

Se for levar algum aparelho eletrônico (câmeras, nootebook, mp3 player, etc) para exterior, você deve passar antes no posto da Receita Federal no aeroporto (que possua vôos internacionais) e preencher o formulário para registrar a exportação temporária o que evitará problemas no seu retorno. Uma vez preenchido e carimbado pela receita, ele servirá para as suas próximas viagens. Será necessário seu passaporte e a presença do aparelho, portanto coloque-o em um lugar com fácil acesso. Lembre-se também que o padrão das tomadas varia ao redor do mundo. Compre um kit adaptador mundial ou pesquise se seu aparelho tem o plug compatível com o sistema do(s) país(es) a serem viajados.

Nestes tempos de terrorismo e vigilância de malas, nunca feche sua mala com cadeado. Opte por
braçadeiras plásticas (lacres) encontradas em supermercados, lojas elétricas e em lojas do tipo ‘faça você mesmo’. Elas protegem da abertura das malas e, em caso de revista das mesmas no aeroporto, elas são facilmente rompidas e substituídas por outras pelo pessoal de segurança. Isso é uma grande verdade falando-se de EUA. Não esqueça de levar algo para romper as braçadeiras na bagagem de mão (um cortador de unha grande serve), pois eles não são fáceis de romper (mas isso é a razão de usá-las, não é mesmo?).

Cuidado com as novas normas para bagagem de mão mundo afora.
Neste post temos algumas das normas.

No aeroporto, nunca deixe suas malas de mão ou a serem despachadas desacompanhadas ou longe do seu campo de visão. Furtos são muito comuns em aeroportos pelo mundo afora e muito mais aqui no Brasil. Um grande número de bagagens e a pressa podem levar a alguma se extraviar por aí...

Lembre-se de retirar etiquetas de despacho antigas coladas na mala. Elas podem propiciar enganos no despacho da sua mala (erro de destino) e diminuem os indícios que sua mala recheada está vindo do exterior em um vôo doméstico (diminui o interesse de outros nela...).

Identifique bem sua mala com seus dados pessoais, o que facilita a busca no caso de extravio. Coloque alguma fita colorida chamativa ou dê preferência por modelos de cores e tipos menos comuns e equipadas com ótimas rodinhas. Já reparou quantas malas pretas e azuis iguais podem ser encontradas nos aeroportos? Já tive experiência pessoal de retornar ao aeroporto, após o check in no hotel, por ter pego por engano uma mala idêntica à minha e que tinha uma etiqueta de identificação chamativa do seguro saúde também idêntica... Localizaram-me e me alertaram do ocorrido através do endereço contido na identificação da minha mala!

Antes de sair da sala de desembarque pare alguns segundos, por mais excitado que você esteja, e verifique o estado da sua mala e dos lacres. Em caso de lacres rompidos ou danos na mala, antes de sair da sala de desembarque entre em contato com o pessoal de terra, para registrar o ocorrido e avaliar a necessidade de iniciar o processo de reembolso dos danos ou acionar seu seguro bagagem. Normalmente as malas abertas pelo pessoal de segurança dos aeroportos americanos apresentarão um novo lacre na mala (mesmo que rompido o cadeado) e haverá dentro da mesma uma folha relatando que sua mala foi revistada.

2 comentários:

Djalma disse...

Interessante seu comentário sobre lacrar as malas e não colocar cadeado. Mas, tendo em vista o rigor com a bagagem de mão, poderei levar um cortador de unhas para cortar os lacres?

Rodrigo Purisch disse...

Djalma,

Isos varia muito de país para pais. Viajo com um cortador de unha muito pequeno (não pé para cortar unha só o lacre)e sem lamina ou lixa pontuda que alguns têm. Na dúvida, já coloquei até no bolso da frente da mala despachada. A função do lacre não é impedir o roubo (quase impossível se o ladão quiser), mas de mostrar que ele ocorreu 9ai aciono a cia aérea ou o seguro).

O TSA americano não proibe o cortador não (Nail Clipper)
http://www.tsa.gov/travelers/airtravel/prohibited/permitted-prohibited-items.shtm

quarta-feira, maio 02, 2007

Como Planejar e Comprar Sua Viagem Pela Internet: 11 Montagem das Malas

Leve sempre o menor número de malas, com menor peso possível e compatível com seu dono. Isto facilitará seu deslocamento e a vigilância das mesmas.

Escolha peças-chave que possam montar diversas combinações. Reduza ao máximo os sapatos e dê preferência aos mais confortáveis, pois geralmente é andando que se conhece um lugar novo. Se vai a algum lugar quente leve sempre uma blusa de frio fina (ela pode te salvar do frio polar do avião ou de um revés climático). Se vai a algum lugar frio leve uma malha mais fina e uma roupa de banho, quem sabe você poderá ser vítima de um revés climático ou convidado a ir a algum spa / fonte termal.

Leve um kit de primeiros-socorros e suas medicações de uso constante. Procure seu médico e pergunte sobre medicamentos úteis ao leigo durante uma viagem.

Embale bem seus xampus, bronzeadores, perfumes, etc, pois eles podem vazar durante o vôo e durante manipulação cuidadosa da sua mala pelo pessoal de terra dos aeroportos.

Muito útil é embalar em sacos plásticos, um a um, aquelas roupas que você teria mais dificuldade de passar durante a viagem. Os sacos reduzem o atrito dessas roupas com as demais, reduzindo o amasso das mesmas.

Leve alguns sacos extras, podem ser úteis.

Se for levar algum aparelho eletrônico (câmeras, nootebook, mp3 player, etc) para exterior, você deve passar antes no posto da Receita Federal no aeroporto (que possua vôos internacionais) e preencher o formulário para registrar a exportação temporária o que evitará problemas no seu retorno. Uma vez preenchido e carimbado pela receita, ele servirá para as suas próximas viagens. Será necessário seu passaporte e a presença do aparelho, portanto coloque-o em um lugar com fácil acesso. Lembre-se também que o padrão das tomadas varia ao redor do mundo. Compre um kit adaptador mundial ou pesquise se seu aparelho tem o plug compatível com o sistema do(s) país(es) a serem viajados.

Nestes tempos de terrorismo e vigilância de malas, nunca feche sua mala com cadeado. Opte por
braçadeiras plásticas (lacres) encontradas em supermercados, lojas elétricas e em lojas do tipo ‘faça você mesmo’. Elas protegem da abertura das malas e, em caso de revista das mesmas no aeroporto, elas são facilmente rompidas e substituídas por outras pelo pessoal de segurança. Isso é uma grande verdade falando-se de EUA. Não esqueça de levar algo para romper as braçadeiras na bagagem de mão (um cortador de unha grande serve), pois eles não são fáceis de romper (mas isso é a razão de usá-las, não é mesmo?).

Cuidado com as novas normas para bagagem de mão mundo afora.
Neste post temos algumas das normas.

No aeroporto, nunca deixe suas malas de mão ou a serem despachadas desacompanhadas ou longe do seu campo de visão. Furtos são muito comuns em aeroportos pelo mundo afora e muito mais aqui no Brasil. Um grande número de bagagens e a pressa podem levar a alguma se extraviar por aí...

Lembre-se de retirar etiquetas de despacho antigas coladas na mala. Elas podem propiciar enganos no despacho da sua mala (erro de destino) e diminuem os indícios que sua mala recheada está vindo do exterior em um vôo doméstico (diminui o interesse de outros nela...).

Identifique bem sua mala com seus dados pessoais, o que facilita a busca no caso de extravio. Coloque alguma fita colorida chamativa ou dê preferência por modelos de cores e tipos menos comuns e equipadas com ótimas rodinhas. Já reparou quantas malas pretas e azuis iguais podem ser encontradas nos aeroportos? Já tive experiência pessoal de retornar ao aeroporto, após o check in no hotel, por ter pego por engano uma mala idêntica à minha e que tinha uma etiqueta de identificação chamativa do seguro saúde também idêntica... Localizaram-me e me alertaram do ocorrido através do endereço contido na identificação da minha mala!

Antes de sair da sala de desembarque pare alguns segundos, por mais excitado que você esteja, e verifique o estado da sua mala e dos lacres. Em caso de lacres rompidos ou danos na mala, antes de sair da sala de desembarque entre em contato com o pessoal de terra, para registrar o ocorrido e avaliar a necessidade de iniciar o processo de reembolso dos danos ou acionar seu seguro bagagem. Normalmente as malas abertas pelo pessoal de segurança dos aeroportos americanos apresentarão um novo lacre na mala (mesmo que rompido o cadeado) e haverá dentro da mesma uma folha relatando que sua mala foi revistada.

2 comentários:

Djalma disse...

Interessante seu comentário sobre lacrar as malas e não colocar cadeado. Mas, tendo em vista o rigor com a bagagem de mão, poderei levar um cortador de unhas para cortar os lacres?

Rodrigo Purisch disse...

Djalma,

Isos varia muito de país para pais. Viajo com um cortador de unha muito pequeno (não pé para cortar unha só o lacre)e sem lamina ou lixa pontuda que alguns têm. Na dúvida, já coloquei até no bolso da frente da mala despachada. A função do lacre não é impedir o roubo (quase impossível se o ladão quiser), mas de mostrar que ele ocorreu 9ai aciono a cia aérea ou o seguro).

O TSA americano não proibe o cortador não (Nail Clipper)
http://www.tsa.gov/travelers/airtravel/prohibited/permitted-prohibited-items.shtm

quarta-feira, maio 02, 2007

Como Planejar e Comprar Sua Viagem Pela Internet: 11 Montagem das Malas

Leve sempre o menor número de malas, com menor peso possível e compatível com seu dono. Isto facilitará seu deslocamento e a vigilância das mesmas.

Escolha peças-chave que possam montar diversas combinações. Reduza ao máximo os sapatos e dê preferência aos mais confortáveis, pois geralmente é andando que se conhece um lugar novo. Se vai a algum lugar quente leve sempre uma blusa de frio fina (ela pode te salvar do frio polar do avião ou de um revés climático). Se vai a algum lugar frio leve uma malha mais fina e uma roupa de banho, quem sabe você poderá ser vítima de um revés climático ou convidado a ir a algum spa / fonte termal.

Leve um kit de primeiros-socorros e suas medicações de uso constante. Procure seu médico e pergunte sobre medicamentos úteis ao leigo durante uma viagem.

Embale bem seus xampus, bronzeadores, perfumes, etc, pois eles podem vazar durante o vôo e durante manipulação cuidadosa da sua mala pelo pessoal de terra dos aeroportos.

Muito útil é embalar em sacos plásticos, um a um, aquelas roupas que você teria mais dificuldade de passar durante a viagem. Os sacos reduzem o atrito dessas roupas com as demais, reduzindo o amasso das mesmas.

Leve alguns sacos extras, podem ser úteis.

Se for levar algum aparelho eletrônico (câmeras, nootebook, mp3 player, etc) para exterior, você deve passar antes no posto da Receita Federal no aeroporto (que possua vôos internacionais) e preencher o formulário para registrar a exportação temporária o que evitará problemas no seu retorno. Uma vez preenchido e carimbado pela receita, ele servirá para as suas próximas viagens. Será necessário seu passaporte e a presença do aparelho, portanto coloque-o em um lugar com fácil acesso. Lembre-se também que o padrão das tomadas varia ao redor do mundo. Compre um kit adaptador mundial ou pesquise se seu aparelho tem o plug compatível com o sistema do(s) país(es) a serem viajados.

Nestes tempos de terrorismo e vigilância de malas, nunca feche sua mala com cadeado. Opte por
braçadeiras plásticas (lacres) encontradas em supermercados, lojas elétricas e em lojas do tipo ‘faça você mesmo’. Elas protegem da abertura das malas e, em caso de revista das mesmas no aeroporto, elas são facilmente rompidas e substituídas por outras pelo pessoal de segurança. Isso é uma grande verdade falando-se de EUA. Não esqueça de levar algo para romper as braçadeiras na bagagem de mão (um cortador de unha grande serve), pois eles não são fáceis de romper (mas isso é a razão de usá-las, não é mesmo?).

Cuidado com as novas normas para bagagem de mão mundo afora.
Neste post temos algumas das normas.

No aeroporto, nunca deixe suas malas de mão ou a serem despachadas desacompanhadas ou longe do seu campo de visão. Furtos são muito comuns em aeroportos pelo mundo afora e muito mais aqui no Brasil. Um grande número de bagagens e a pressa podem levar a alguma se extraviar por aí...

Lembre-se de retirar etiquetas de despacho antigas coladas na mala. Elas podem propiciar enganos no despacho da sua mala (erro de destino) e diminuem os indícios que sua mala recheada está vindo do exterior em um vôo doméstico (diminui o interesse de outros nela...).

Identifique bem sua mala com seus dados pessoais, o que facilita a busca no caso de extravio. Coloque alguma fita colorida chamativa ou dê preferência por modelos de cores e tipos menos comuns e equipadas com ótimas rodinhas. Já reparou quantas malas pretas e azuis iguais podem ser encontradas nos aeroportos? Já tive experiência pessoal de retornar ao aeroporto, após o check in no hotel, por ter pego por engano uma mala idêntica à minha e que tinha uma etiqueta de identificação chamativa do seguro saúde também idêntica... Localizaram-me e me alertaram do ocorrido através do endereço contido na identificação da minha mala!

Antes de sair da sala de desembarque pare alguns segundos, por mais excitado que você esteja, e verifique o estado da sua mala e dos lacres. Em caso de lacres rompidos ou danos na mala, antes de sair da sala de desembarque entre em contato com o pessoal de terra, para registrar o ocorrido e avaliar a necessidade de iniciar o processo de reembolso dos danos ou acionar seu seguro bagagem. Normalmente as malas abertas pelo pessoal de segurança dos aeroportos americanos apresentarão um novo lacre na mala (mesmo que rompido o cadeado) e haverá dentro da mesma uma folha relatando que sua mala foi revistada.

2 comentários:

Djalma disse...

Interessante seu comentário sobre lacrar as malas e não colocar cadeado. Mas, tendo em vista o rigor com a bagagem de mão, poderei levar um cortador de unhas para cortar os lacres?

Rodrigo Purisch disse...

Djalma,

Isos varia muito de país para pais. Viajo com um cortador de unha muito pequeno (não pé para cortar unha só o lacre)e sem lamina ou lixa pontuda que alguns têm. Na dúvida, já coloquei até no bolso da frente da mala despachada. A função do lacre não é impedir o roubo (quase impossível se o ladão quiser), mas de mostrar que ele ocorreu 9ai aciono a cia aérea ou o seguro).

O TSA americano não proibe o cortador não (Nail Clipper)
http://www.tsa.gov/travelers/airtravel/prohibited/permitted-prohibited-items.shtm